• Vídeo Novo

  • Domingos e filmes são praticamente sinônimos ao meu ver. Por isso, nada melhor do que o post de domingo falar um pouquinho sobre esse universo e unir o fenômeno da internet à ele, não é mesmo? :)

    Semana passada, encontrei uma página chamada Quando o Filme Fala que trata exatamente disso que todas nós amamos: bons filmes, ilustrações fofas e frases inspiradoras. Dei uma stalkeada básica e aparentemente quem teve essa simples e genial ideia foi a Mariana. Ela é de João Pessoa, cresceu numa família cinéfila e, portanto, é apaixonada pelo universo audiovisual desde pequena.

    A ideia do nome Quando o Filme Fala surgiu da percepção que eu tive sobre o cinema: que como arte, ele expressa conceitos, conta histórias e carrega sentimento. Cada filme possui uma narrativa que pode ensinar, mudar pensamentos, atitudes, ou mesmo emocionar.

    zdcdx

    drtjl

    São tantos que tive sérias dificuldades pra escolher quais iriam vir para o post haha, super fofo e criativo! Quem gostou é só espiar a página e curtir os seus favoritos!

    Beijo beijo,

    Cris

    Se a Avenida Paulista é a Times Square brasileira, o Museu do Ipiranga é Versailles! Não tem como não se derreter com aquele jardim verdinho simétrico, a água saltitando pelo chafariz e uma construção monstruosamente bonita.

    dfcv

    Era uma tarde de domingo fria, em que o sol fez o favor de brilhar, quando fui conhecer o lugar. O museu faz parte do Parque do Ipiranga, onde temos também o lindíssimo Monumento à Independência e uma feira de rua muito gracinha. O lugar é lotado de famílias fazendo piqueniques e crianças correndo de um lado para outro.

    sefç

    lljojlh

    Lá estão expostas obras e objetos dos mais diversos gêneros, cujo possuem algum laço com a história do Brasil e de São Paulo. Foi inaugurado em 07 de setembro de 1895 e, hoje, é um dos museus mais visitados da cidade. O quadro “O Grito do Ipiranga” – que estava no cantinho de sua apostila de história do ensino médio, tenho certeza – foi pintado por Pedro Américo através de uma encomenda feita pela família real portuguesa e está lá exposto. É enorme e foi super legal poder ver ele de pertinho!

    sefrserf

    Pra chegar até lá é bem fácil! É só saltar na estação de trem do Ipiranga e subir algumas quadras pela Rua dos Patriotas. Não tem como se perder :)

    Qual será nosso próximo destino?

    Cris

    Olivier Teboul, um francês charmosinho que mora em Belo Horizonte a um ano e meio, escreveu 65 observações que percebeu sobre o Brasil em seu blog. É engraçado ler, e também rir, com as mais variadas coisinhas que vivemos e nem nos damos conta de que podem não ser comuns em outras culturas.

    Separei algumas sobre as quais eu nunca havia necessariamente refletido. Será que vocês concordam comigo?

    frances

    – Aqui no Brasil, os chineses são japoneses.

    – Aqui no Brasil, é comum e conhecer alguém, bater um papo, falar “a gente se vê, vamos combinar, tá?”, e nem trocar telefone.

    – Aqui no Brasil, não se assuste se estiver convidado para uma festa de aniversário de dois anos de uma criança. Vai ter mais adultos do que crianças, e mais cerveja do que suco de laranja.

    – Aqui no Brasil, pode pedir a metade da pizza de um sabor e a metade de outro. Ideia simples e genial.

    – (…) Comum também é sair de roupas de esportes mas sem a intenção de praticar esporte. Se vestir bem também é meio gay.

    – Assim, se ouvi muito: “vou te falar uma coisa”, “deixa te falar uma coisa”, “é o seguinte”, e até o meu preferido: “olha só pra você ver”. Obrigado por me avisar, já tinha esquecido para que tinha olhos.

    – Aqui no Brasil, o brasileiros acreditam pouco no Brasil. As coisas não podem funcionar totalmente ou dar certo, porque aqui, é assim, é Brasil. Tem um sentimento geral de inferioridade que é gritante. Principalmente a respeito dos Estados Unidos. To esperando o dia quando o Brasil vai abrir seus olhos.

    – Aqui no Brasil, tem três palavras para mandioca: mandioca, aipim e macaxeira. La na França nem existe mandioca.

    rj

    Pra ler mais é só visitar o blog dele. Clique aqui!

    Os cabelos longos e loiros, as roupas cor-de-rosa e os olhos azuis brilhantes foram marcantes na infância de todas nós. Era a Barbie quem nos acompanhava em tardes ensolaradas e preenchia as estantes de nossos quartos. E tem coisa mais menininha do que isso? ♥

    ererfv

    Desde o ano de 2002, o grupo de colecionadores Museu Encantado, já dividiu o charme de suas bonecas preferidas com mais de treze milhões de brasileiros. E esse número só tende a aumentar! No momento a exposição “Barbie Terras Distantes” é que está trazendo uma experiência inesquecível à todos que por lá passam, amantes ou não da bonequinha mais fashion do universo. São duzentas peças que representam etnias de todos os cantos. As representantes brasileiras, por exemplo, estão vestidas de prenda, índia, baiana, carnavalesca e outras.

    serefd

    serer

    lklçk

    gjud

    Até o dia 05 de maio a exposição está ocorrendo no Shopping Eldorado, aqui em São Paulo. Depois irá, respectivamente para Belém e Porto Alegre. Se estiver por perto, aproveite para dar uma espiadinha!

    Beijinhos,

    Cris