tumblr_m380ykOU9I1qj4ih3o1_500_large

Estamos na metade da semana que está sendo regada por um sol brilhante que anima qualquer um né?! E já pode ir se animando para cantar e dançar muito dentro do carro, avião (talvez seja melhor cantar e dançar só em pensamento mesmo) e colocar o volume máximo no fone de ouvido! Nesse post você pode se jogar na viagem e curtir muito com uma playlist super animada! E tem para todos os gostos, afinal viagem boa é aquela que tem o seu jeitinho!

Good Times – OwlCity Feat. Carly Rae Japsen
Nada melhor que pegar a Estrada com o alto astral dessa música! Com um clipe super divertido e o fofinho vocalista da banda Owl City, dirigir e ter um ótimo passeio com toda galera fica super fácil!!!

Teenage Dream – Katy Perry
“No regrets, just love”. Foca no seu destino e se joga nos melhores dias da sua vida, pensando no boy que te encantou no verão, e se sentindo linda com os ventos no cabelo! Vale aumentar o som, toda vez que a Katy dá a dica: “We’ll be young forever!”

Irish Celebration – Macklemore and Ryan Lewis
Para quem adorou o hit da dupla Thrift Shop, vai amar pensar na festa da sexta à noite ao som dessa música. Se você está se sentindo meio pra baixo por que a sexta ainda não chegou, vai se animando ao som dela, e pensando no seu destino! Vale ir para praia caminhar, correr no parque ou até mesmo decolar pensando em tudo que vai viver quando aterrissar!

I gotta a feeling – Black Eyed Peas
O hit que embalou 2009, só serve pra trazer energia positiva, sair de casa com aquele sentimento de que tudo vai ser ótimo, e só atrair coisas boas!!! Na companhia dos amigos então, melhor ainda! Certeza que o passeio será feito de bons e inesquecíveis momentos.

Upside Down – Jack Johson
Ah, nada melhor que aquele resort, aquela praia com água cristalina e aquela reviravolta na vida né?! E se não for sair daqui, imagine! Nada melhor que sonhar com a viagem, planejar os passeios, imaginar os momentos e suspirar com isso tudo! Jorge pode te ajudar, e o sorriso do Jack, ah, nem preciso comentar né?!

In your atmosphere – John Mayer
Se te bateu aquela bad, não vai viajar, não vai sair da cidade nem passar tempo em outro lugar, se joga nessa do John Mayer. O cara é gato, tem uma voz incrível e canta sobre como não voltará a Los Angles, porque a menina da música terminou com ele (vê se pode) ou seja, ele ficará em casa. Tomara que ele saiba o caminho da minha e queira dividir o sofá né?!

Bom, independente do som, pode ser rock, pop, eletrônica, indie, folk; aproveite da forma que mais te inspirar! Um fim de tarde pode ser nostálgico ou embalado por David Guetta, um almoço pode pedir um pop vibrante ou talvez você prefira a simplicidade de The Lumineers, e nada melhor que cantar junto, vibrar junto e aproveitar cada segundinho que estiver fora!. O tempo não para! A hora é agora, e eu me despeço com o som das minhas viagens e planejamentos:

Beijos,
Daniele Affonso

Sabe quando você lê um livro que acaba fazendo com que você reveja alguns pontos na sua vida? É disso que vamos tratar nesse post.
Aqui vão os 5 livros que eu li – e amei – e que fizeram com que eu passasse a enxergar a vida de um jeito diferente, e tenho certeza, um deles – se não todos -, farão o mesmo com você.

cabide-colorido-livros-culpa-estrelas-julia

1 – “A Culpa é das Estrelas”, de John Green.

im. 1

“Você vai rir, chorar, e ainda vai querer mais”.

O livro conta a história de Hazel, uma garota de dezesseis anos que passou a não ver mais sentido na vida depois que descobriu estar com leucemia. Hazel passa a frequentar um grupo de Apoio a Crianças com Câncer, e lá conhece Augustus, por quem – obviamente – se apaixona e juntos, acabam descobrindo, novamente, o sentido da vida.
Não importa se você acredita ou não no amor, mas é impossível não se emocionar com a história de superação dos dois, com a paixão pela vida que eles acabam adquirindo.

2 – “Antes que eu vá”, de Lauren Oliver.

“Antes que eu vá” conta a história de Samantha, uma garota que tinha tudo: namorado, amigos, popularidade e família. Até que sua vida muda quando sofre um acidente de carro. Ela morre, mas ao invés de passar para o próximo plano, ir para o céu, ou seja lá como queira chamar, Samantha acaba ganhando 7 “segundas chances” para fazer as coisas de jeitos diferentes – e melhores – mesmo que tudo comece de novo no dia seguinte. Não importa onde você está, qual dia da semana é ou qual a próxima coisa que você precisa fazer. Tudo isso terá um pouco mais de valor. Samantha morre jovem, mas aprende a viver (apesar de se apaixonar um pouco tarde demais).

3 – “Divergente”, de Veronica Roth

im. 3

É a história de Beatrice, que aos dezesseis anos precisa escolher a qual facção pertence: Audácia, Erudição, Franqueza, Abnegação e Amizade. O que acontece, é que cada uma tem uma característica específica. Por exemplo, se você pertencer à Amizade, não pode ser nem um pouco egoísta. Beatrice acaba dividida entre continuar com sua família ou fazer a escolha que mudará seu destino para sempre, longe de todos.
Apesar do livro ser ficcional, mostra o peso que nossas escolhas possuem, e também que precisamos encarar as boas – e as más – consequências que vem junto com elas.

4 – “Um dia”, de David Nicholls.

im. 4

Você pode passar a vida inteira sem perceber que aquilo que procura está bem na sua frente. É isso que acontece com Emma e Dexter, que se conhecem na noite da festa de formatura e no dia seguinte, acabam seguindo caminhos diferentes. Porém, em todos os anos, exatamente no dia 15 de Julho, eles arrumam uma maneira de entrar em contato.
Emma e Dexter seguem suas vidas separadamente (?), assim como irá acontecer conosco, um dia. Uma mistura engraçada de coincidências, aprendizado e nostalgia, onde alguma parte da história se encaixa em sua vida.

5 – “Por que os Homens Amam as Mulheres Poderosas?”, de Sherry Argov.

Com mais de dois milhões de livros vendidos, Sherry Argov produziu um guia para você “deixar de ser boazinha e se tornar irresistível”. Uma série de explicações sobre o tema, com verdades que grande parte da população feminina precisa perceber.
Não se esqueçam, que apesar de tudo, o livro é construído com o maior bom humor, e acaba fazendo com que você veja a vida de um jeito mais alegre, como quem é apaixonado pela vida.

E aí? Já leram algum desses ou algum livro que “mudou” a vida de vocês? Comentem! Ah, qual assunto vocês querem ver no meu próximo post? Crônicas, resenhas de livros/filmes/seriados? Mande no e-mail juliarodrigss@gmail.com com o tema.

Aproveita e me segue no instagram/twitter

Beijos!
Julia Rodrigues