• Vídeo Novo

  • O mês de Maio foi um mês bastante musical pra mim! Toquei várias vezes em uma balada da minha cidade (sim, eu dou uma de DJ de vez em quando) e vários cantores lançaram músicas super legais pra gente dançar por aí ou ouvir quietinha em casa. E a convite da marca Sudio Sweden, vim compartilhar as músicas que eu mais ouvi nesse mês, acompanhada do meu fone maravilhoso rose gold, mas eu falo mais sobre ele depois. Aperta o Play:

    Malibu – Miley Cyrus

    Luis Fonsi, Daddy Yankee – Despacito Ft. Justin Bieber

    DJ Khaled – I’m the One ft. Justin Bieber, Quavo, Chance the Rapper, Lil Wayne

    Bruno Mars – That’s What I Like

    MØ – Nights With You

    Eu tô viciadíssima nas músicas acima e se tu ainda não ouviu, da uma chance pra cada uma delas porque são super amorzinhos. Ah, e durante todo o mês eu não me separei do meu novo melhor amigo: Meu fone bluetooth da Sudio! Quanto conforto, bom gosto e delicadeza em um produto só <3 O fone é pequeno, prático e discreto. Ideal para levar com você por ai já que não tem fio embolando o tempo todo. Eu tô muito feliz com esse presente e não tiro da minha bolsa. Você pode ter um desse igual ao meu ou um dos outros vários modelos que eles tem no site, e ganhar 15% de desconto usando o código: “cabidecolorido” ao finalizar a sua compra!

    Confira mais produtos da marca no site: www.sudiosweden.com

    Um beijo!

    Quem me conhece sabe muito bem que eu tenho um vício louco por lugares abandonados e esquecidos (e comentei sobre isso nesse post aqui). Aqueles lugares que a muito tempo não são habitados e que a natureza começou a tomar conta. Eu vejo arte no que fica depois da destruição.

    Chernobyl é uma cidade na Ucrânia, que há 30 anos atrás sofreu o maior acidente nuclear da história. Um acidente que mesmo hoje, tanto tempo depois, ainda deixam consequências para o lugar e para o país. Uma cidade completamente abandonada, deixada para trás. No dia 27 de abril de 1986, todas as pessoas que moravam na cidade tiveram que ser evacuadas com urgência, sem olhar para trás, sem poder fazer as malas. Sem saber se encontrariam de novo seus familiares. Sem saber que estavam respirando o inimigo a cada segundo.

    Eu comprei um tour de 1 dia até lá. Fomos de ônibus e a viagem demorou uma hora e meia. Quando estávamos chegando perto, uma das primeiras coisas que eu vi foi uma placa que indicava radioatividade, me deu um frio na barriga, eu realmente estava indo visitar um lugar onde aconteceu um desastre nuclear. A polícia checa nossos passaportes antes de oficialmente entrar em Chernobyl.

    Dentro do ônibus o documentário mostra a cidade como era antes do acidente, as pessoas sorrindo e as crianças brincando. A cidade funcionando, viva. Através das janelas as árvores começam a tomar lugar por entre as construções que o tempo e a radiação corroeu. Ganhamos um aparelho que apitava sempre que os níveis de radiação ficavam altos, e eu fiquei checando o meu toda a hora. Na cidade de Kiev o normal era 0.10 e dentro de Chernobyl em alguns pontos tivemos 5.0, o que é bastante até. Mas não o suficiente para ser prejudicial a nossa saúde.

    O primeiro ponto  que paramos foi a creche. Ainda com as camas e alguns objetos como bonecas, sapatos e livros. Tudo cheio de poeira e se deteriorando. Lindo. Depois paramos em frente ao Reator 4, que foi o que eu explodiu. Agora com o novo sarcófago já instalado. Não era permitido ficar muito tempo em cada ponto, era o tempo de tirar algumas fotos e pronto. Passamos também por onde era o mercado da cidade, ainda com prateleiras e carrinhos de compras. E mesmo que tudo em Ucraniano, eu consegui entender que nas placas provavelmente dizia o que continha cada corredor.

    O centro de esporte com a piscina vazia é fascinante, ainda mais porque no vídeo que vimos no ônibus, tinham imagens dessa mesma piscina sendo usada, cheia de água e pessoas nadando.  Paramos para fotos em uma igreja que foi reconstruída, letreiro de Chernobyl e em algumas casas abandonadas. Pudemos entrar nelas e ver que nada sobrou a não ser o pó. O parque de diversões que nunca nem foi inaugurado deixa um sentimento de tristeza no ar. Porque parques são feitos para as pessoas se divertirem, mas aquele parque nunca viu ninguém feliz.

    A escola também foi incrível, embora eu saiba que os cenários são montados pelas pessoas do tour e por pessoas que já visitaram, ainda assim meu queixo caiu. Todos os livros e mesinhas, coisas escritas à mão por alguém. Será que esse alguém esta vivo? Será que esta bem? Fiquei me perguntando essas coisas o tempo todo. Várias máscaras de gás pelo chão. Muita gente não sabe mas essas máscaras não foram usadas por causa do acidente, elas foram usadas na guerra e eles tinham elas na escola para ensinar os alunos como usar, em caso de guerra.

    Nós andamos muito nesse dia. Meus pés estão doendo até agora. Almoçamos em Chernobyl mas com comida que foi trazida de fora. Salada, sopa, batata assada e carne. Barriga cheia e mãos lavadas, fomos para o “pica pau russo” que é uma torre gigante que era usada como radar que detectava mísseis com antecipação.

    “Não encostem em nada, tudo está contaminado foi a frase que eu mais ouvi naquele dia. Eu estou me sentindo contaminada ainda hoje, de tantas coisas que eu encostei sem querer. Fui picada por insetos, arranhada por plantas, pisei em lama radioativa, caiu pingo de água da construção antiga na minha testa e uma barata fez um tour na minha perna. Mas no fim do dia tivemos que fazer um teste para saber se estávamos contaminados e todo mundo passou.

    Foi uma das experiências mais loucas da minha vida e eu ainda quero voltar para fazer o tour de 3 dias, que é bem melhor, com certeza.

    Quem vai querer ir também? ☢️

    Confira mais fotos no meu IG @jeniferbtt 
    Beijos!

    Você costuma viajar muito de avião? Ou quando viaja faz voos de longas horas? Então a lista que o Seven List trouxe aqui para o Cabide Colorido vai te interessar: 7 dicas para cuidar da pele durante o voo.

    Quando vamos fazer uma viagem de avião pensamos em tudo o que realmente precisamos levar para o nosso destino. Mas, muitas vezes acabamos esquecendo de como será nossa estadia lá dentro durante o percurso. Pois bem, é quase impossível sair maravilhosa do avião depois de longas horas de viagem, principalmente quando se trata da nossa pele. Mas para te dar uma ajudinha nesse quesito separamos 7 dicas para cuidar da pele durante o voo.

    E aí gostou da lista? Costuma seguir alguma dessas dicas? Qual outra você colocaria aí na lista? Queremos saber sua opinião hein?! Deixa um comentário aí pra gente!

    E já que o assunto é viagem de avião, nós temos uma lista que você pode se interessar: 7 itens indispensáveis para voos longos.
    Só para te lembrar: estamos aqui no Cabide Colorido todas as terças-feiras trazendo infográficos super legais com conteúdos bem bacanas para você. E para você não perder nenhuma novidade não se esquece de seguir o Cabide Colorido nas redes sociais e claro, aproveite também para conhecer mais sobre o Seven List. Terça que vem nós voltamos!

    Oi gente, tudo bem? Hoje é dia de top 5 links mais legais da semana que eu acabei encontrando na internet de cada dia. Vocês sabem que eu sempre compartilho o que mais me chama atenção e o que pode agregar algo muito bom pra quem for ler, pois bem, essa semana está recheada de assuntos legais e espero que vocês achem o mesmo. Vem conferir:

    1- Cinco formas de viajar de graça pelo Brasil

    2- Pessoas criativas ficam mais incomodadas com barulho

    3- Beleza do bem: iniciativas que te deixam linda e o mundo melhor

    4- Dear White People: cinco motivos para ver a série da Netflix

    5- Professora transforma vida de alunos com projeto sobre equidade de gênero

    E ai, o que acharam dos links dessa semana? Me conta nos comentários qual você achou mais interessante.

    Nossas vidas são tão agitadas e turbulentas que às vezes é preciso parar e, literalmente, desligar a cabeça do mundo. Mas, às vezes, nem quando fazemos alguma atividade da qual gostamos ou temos um momento de lazer, é possível se desligar totalmente. E hoje, o Seven List trouxe uma boa alternativa para quem quer ter esse momento: a meditação.

    A palavra meditar tem origem do latim “meditare”, que significa “voltar-se para o centro”. Ou seja, se você quer mesmo ter um tempo para desligar a mente e de quebra relaxar o corpo e desestressar, pode apostar nessa modalidade, que tem diversos benefícios para sua saúde. Pensando nisso listamos 7 motivos para meditar.

    Já meditou alguma vez? Se sim, como foi a experiência? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente as suas experiências e seus gostos, nós vamos adorar saber.

    E após uma boa meditação e um tempo bacana pra relaxar sua cabeça, que tal se preparar para ser uma pessoa ainda mais produtiva, evitando estresse e desgastes futuros? Confira essa lista: 7 dicas para ser uma pessoa mais produtiva.

    Lembrando: estamos aqui no Cabide Colorido todas as terças-feiras, trazendo infográficos super legais com conteúdos bem bacanas. E se você quer ficar por dentro de todas as novidades que rolam por aqui, não se esqueça de seguir o Cabide Colorido nas redes sociais e claro, aproveite também para conhecer mais sobre o Seven List. Um beijo e até terça que vem!