• Vídeo Novo

  • O que? Fish and chips vegano? Siim, você leu certo o título.

    Já que estou me aventurando pela Europa e trazendo toda semana uma receita diferente e inspirada nos países que estou visitando, pensei: “Londres é muito peixe frito e batata, não tem nada mais Londrino que isso. E agora?

    Procurando no Youtube encontrei uma receita do canal Viewganas, adaptei pra deixar mais Fit e bora pra receita! Fica muuuiitooo gostoso:

    Ingredientes:

    3 batatas inglesas grandes
    250g de Cogumelo fresco (o shitake branco irá manter a cor de peixe, mas usei o Paris porque estava mais em conta e deu certo do mesmo jeito)!
    1 dente de Alho
    1 limão
    Açafrão em pó
    Tempero lemon pepper (encontra fácil em lojas de produtos naturais)
    300gr de Farinha de Rosca
    Azeite

    Modo de Preparo:

    Você pode começar preparando as batatas rústicas de forno, já que elas levam uns 50 minutos até ficarem prontas. Lave bem as batatas e corte-as em tiras finas, mantenha a casca. Tempere ainda crua com sal, açafrão em pó e regue azeite por cima, mexa bem até todas estiverem amarelinhas e com azeite. Despeje as batatas em uma assadeira e leve ao forno pré-aquecido a 180°graus por 50 minutos. É importante que você coloque elas separadas uma das outras, e mexa no meio do tempo para que elas dourem por completo.

    Para o “peixe” você precisará misturar o cogumelo, suco de um limão, o alho e o lemon pepper em um processador até obter uma pastinha. A massa é beeeem sensível então tem que ter muita paciência ao moldar ela e colocar na farinha de rosca para empanar. Depois de empanar seu “peixe” leve-o para uma frigideira com um fio de azeite quente e doure os dois lados!

    Olha, não é nem um pouco difícil, mas da um trabalhinho esse lance de moldar, empanar, fritar.. se você tem mais habilidades na cozinha do que eu, vai achar mole mole! Espero que tenham curtido a receita dessa semana.

    O “Especial Europa” continua! Qual receita e país aparecerá por aqui na próxima semana, hein?

    Um beijo!

    Se você não ficou sabendo ainda, toda semana está rolando um “Especial Europa” dentro do Cabide Fit lá no Youtube. Uma receita toda semana, e sempre inspirada em um país que estou visitando durante esses 30 dias na Europa.

    Essa semana iremos conhecer a Escócia e eu mal posso esperar!! Por isso trouxe uma sobremesa escocesa bastante tradicional pra você sentir o gostinho daquele lugar. Ah, e adaptei ela para ficar mais saudável e vegana! Vamos a receita:

    INGREDIENTES

    1 xícara de leite de coco de vidrinho (ou creme de leite de soja)
    2 colheres de açúcar (ou melado)
    1 xicara de morangos frescos
    1 pacote de Biscoito amanteigado vegano
    2 colheres de sopa de Whisky

    MODO DE PREPARO

    Misture o leite de coco com o açúcar e o Whisky em uma batedeira de mão até criar um creme. Você pode adicionar um pouco de amido de milho para que o creme fique mais firme, ou então, use o creme de leite. Agora é só montar! Em uma tigela ou potinho individual de sobremesa faça camadas de creme, morangos, biscoitos picados, creme, morangos e biscoitos picados, até cobrir todo o potinho. Leve à geladeira por 1 hora para o creme endurecer e sirva gelado! Nhammm..Fica suuuper delicioso! Quanto mais tempo no congelador, melhor.

    A Escócia tem uma culinária bastante carnívora e uns pratos pesados, como todo o leste Europeu. Acredito eu que seja pelo frio que faz por lá. Fiquei feliz de ter encontrado uma sobremesa tão delicinha em meio a tantas comidas bizarras hahaha e se você quer saber do que estou me referindo, joga no Google “culinária escocesa” que você irá entender.

    Espero que tenham curtido <3

    Um beijo, até a próxima!

    Quem já visitou a Irlanda sabe que por lá o café da manhã tradicional é bem diferente do nosso cafézinho + pão na chapa de todos os dias.

    Os Irlandeses não tem muito o costume de almoçar grandes porções como nós temos aqui no Brasil, e por conta disso eles acabam comendo bastante no café da manhã para depois só lanchar no almoço. Um outro motivo para eles comerem tanto no café da manhã são as baixas temperaturas que sempre nos fazem comer um pouco a mais, não é?

    O café da manhã tradicional na Irlanda contém ovos, linguiça, feijão, legumes salteados e bacon. Vocês sabem que eu sou vegana e não como nada de origem animal, então mudei um pouco dos ingredientes, sem perder a ideia clássica do café e trouxe a receita completa de um café da manhã irlandês e vegano! Confira abaixo:

    INGREDIENTES

    1 xíc de Feijão Carioca cozido
    2 colheres de sopa de molho de tomate
    200g de Tofu Firme
    150g de Cogumelos frescos
    1 tomate grande
    3 mini cenouras cozidas na água com shoyo
    2 Torradas
    Açafrão em Pó
    Sal e Pimenta a Gosto

    MODO DE PREPARO

    É simples, a gente precisa preparar cada coisa separada. Primeiro você deixa a cenoura cozinhando por alguns minutos em uma panela com água + shoyo para ela pegar a cor e o sabor dele. Próximo passo é refogar os cogumelos com azeite e temperos, e na mesma frigideira dar uma “grelhada” nos tomates em fatias. Em uma outra panela adicione o feijão já cozido e misture o molho de tomate. Acerte o sal e está pronto! Antes de preparar as torradas usando as fatias de pão, é a vez de criar o tofu mexido, que irá “substituir” o ovo desse café da manhã.

    Tire toda a água do tofu firme, use um pano de prato para amassar as fatias de tofu e tirar o restante da água que sobrou. Com um garfo amasse o tofu e leve-o para a frigideira com azeite. Você pode misturar cebola e alho picado junto do seu tofu e refogar tudo junto. Por fim, adicione o açafrão em pó até obter uma cor amarelada e bem parecida com a do ovo mexido, e está pronto.

    Fácil assim. Curtiu a ideia? Me conta nos comentários!

    Um beijo, até a próxima <3

    Voo após o voo, não importa onde eu me sente, tem sempre um neném chorando por perto. Nos voos longos então, quando a aeromoça desliga todas as luzes tarde da noite, e você pensa que todos irão ficar quietos e dormir, tem sempre um cara com a luz do assento ligada lendo um livro.

    Viajar é muito legal, mas ficar esmagadinho em uma classe econômica por 10 horas é foda viu. Mas o post de hoje não é só para reclamar, mas também pra compartilhar com vocês uma maneira que eu desenvolvi, depois de viajar tanto por aí, para dormir nos voos longos.

     

    ESCOLHA SEUS ASSENTOS COM CUIDADO

    Você acha que um assento na janela é uma boa idéia até ficar preso entre o assento do braço no assento ao seu lado e a parede rígida que o separa do ar congelado lá fora. Como a maioria dos vôos internacionais são durante a noite, você provavelmente não terá uma visão de nada, além da escuridão. Em vez disso, escolha um assento do corredor, assim você pode esticar a perna para o corredor, ou então sair a hora que quiser para ir ao banheiro. Sem ter que acordar alguém.

    Melhor ainda, todo mundo procura pela janela, e as cadeiras do meio são sempre deixadas de lado. Escolhendo um dos assentos do trio de assentos do meio do avião, você corre o perfeito risco de ninguém sentar ao seu lado. Ah, e tente deixar tudo no compartimento de cima, para ter mais espaço para sua perna e pés. Mais espaço, mais chances de dormir!

    VISTA-SE CONFORTAVELMENTE

    Calça de Moletom, legging, tênis confortável e um casaco fofinho.  Pense em tecidos elásticos, malhas de algodão e peças quentinhas (aqueles cobertores finos que eles dão no voo não ajudam muito e o ar condicionado está sempre no talo). Se você usar lentes de contato, não esqueça de tirá-las antes do cochilo, ou opte por óculos durante a viagem.

    MANTENHA-SE NA ROTINA

    Se você costuma dormir às 10 da noite, não fique acordado até as 3 da manhã assistindo filmes no voo. No entanto, se você estiver atravessando grandes fusos horários, tente se ajustar o mais rápido possível para evitar o famoso jet lag. Nesse caso, considere ficar acordado até que seja um momento aceitável para as pessoas do seu país ir dormir.

    As mesmas regras se aplicam ao sono de todos os dias. Fique longe do açúcar, cafeína e luzes de telas de gadgets antes de tentar dormir durante o voo.  Se quiser mais tempo de descanso, considere pedir uma refeição especial quando reservar o seu voo (mesmo que não seja vegetariano). Estes são entregues antes do resto dos alimentos, para que você possa comer rapidamente e voltar a dormir mais cedo.

    CRIE UMA ESCURIDÃO SILENCIOSA

    Você ainda não tem um fone maravilhoso que abafa todo ruído externo? Bem, você deveria considerar investir em um. Além disso, se eu fosse você também baixaria um álbum, ou uma playlist calma no Spotify, usaria uma máscara de dormir e o travesseiro de pescoço para aumentar o conforto. Se sobrar mantas dos assentos ao lado, faça um casulo e bons sonhos!

    PS: Lembre-se de avisar o passageiro ao lado que você quer, ou não quer, ser acordado para as refeições.

     

    Você luta para dormir em vôos? O que você achou que funciona para você? Me conta nos comentários!

    Um beijo <3

    Oie Pessoal! Tudo bem com vocês? Mais uma receita vegan especial aqui no blog.

    Em breve eu embarco para o meu segundo intercâmbio e estava pensando nos lanchinhos que eu poderia levar para o voo.. pensei “por que não um bolinho de forno para dar uma sustância boa e ainda assim, ser super delicioso e saudável“? Então confere abaixo a receita completa, e lembrando que: Você pode congelar os bolinhos e ir comendo aos poucos.. essa receita abaixo rende 25 bolinhos pequenos.

    Ótima opção de lanche, snacks, acompanhamento da marmita do almoço, e mais!

    INGREDIENTES:

    1 Xícara de Lentilha cozida
    1 Cenoura grande
    1 Cebola
    1 Dente de Alho inteiro
    1 Xícara de farelo de aveia
    Coentro a gosto
    Sal a Gosto

    Modo de Preparo

    É muito fácil, confia em mim! Em um processador, liquidificador ou mixer, adicione a lentilha com a cenoura e bata até obter uma pasta. Adicione a cebola, o alho e os temperos (sal e coentro) e continue batendo até tudo ficar homogêneo. Leve a mistura para um bowl maior e vá adicionando o farelo da aveia aos poucos. Eu usei quase uma xícara de farelo de aveia, mas você pode ir adicionando ela conforme o seu gosto, o segredo é ter uma massa encorporada e fácil de modelar na mão.  Faça bolinhas de massa e coloque-as em uma assadeira untada com azeite. Leve ao forno pré-aquecido à 180 graus por pelo menos 30 minutos. Os últimos 5 minutos servem para dourar a parte de cima do bolinho, então mude o forno para o modo “dourar” e deguste como quiser!

    Os bolinhos vão muito bem acompanhados de molhos especiais, com uma saladinha verde ou então, como snack!

    Espero que tenha curtido essa receita, teste aí na sua casa e depois me conta o que achou.

    Não esquece de me mandar a foto da sua receita no instagram do Cabide Fit: @cabide.fit e caso você poste a foto, use a hashtag #cabideFIT.

    Um beijo, até a próxima!