• Vídeo Novo

  • Todo mundo sempre fala dos melhores filmes, dos que mais gostam, fazem listas e mais listas de filmes para assistir, mas ninguém nunca fala sobre os piores filmes já feitos. Quais são eles? Antes de ler o post de hoje e descobrir quais são, deixe nos comentários um filme que você assistiu e no fim pensou: “QUE FILME RUIM”.

    Pesquisando eu encontrei vários filmes que ganharam o troféu Framboesa de Ouro de pior filme, e alguns deles são:

    Batman e Robin (1997)

    Este foi o quarto filme da franquia do herói e teve em seu elenco nomes como George Clooney e Arnold Schwarzenegger. Porém a participação deles não impediu que o filme fosse um fracasso.

    Cada um Tem a Gêmea que Merece (2011)

    Adam Sandler né? Por que ele faz isso com ele mesmo? Nesse filme em que ele interpreta dois irmãos gêmeos, Jack and Jill, foi considerado o pior filme da carreira dele. E o filme também foi recordista em prêmios do Framboesa de Ouro. Adam, apenas pare.

    Norbit (2007)

    Já percebemos que interpretar mais de um personagem no mesmo filme quase sempre da ruim. Em Norbit, Eddie Murphy interpreta mais de um personagem, mas ele começa a forçar a abusar da caracterização e acabou ficando too much. Quem mais nunca viu esse filme?

    Dungeons & Dragons – A Aventura Começa Agora (2000)

    Se for para fazer mal feito nós nem faz, né? Os fãs do jogo ficaram muito decepcionados com o resultado desse filme. Tavez porque a expectativa era grande ou talvez só porque foi ruim mesmo.

    Mulher-Gato (2004)

    Eu lembro de ter visto alguns pedaços na sessão da tarde, mas nunca imaginei que a Halle Berry tinha ganhado o Framboesa de Ouro com esse filme. Nem foi o filme que levou, foi a atriz mesmo. As cenas ficaram forçadas, a atuação foi ruim e a roupa da Mulher Gato não era igual a roupa do HQ. Daí não dá!!!

    Vocês já assistiram a algum desses filmes? Concordam que eles realmente são ruins? Eu sim! Em um outro post eu vou trazer os filmes que na MINHA opinião são os piores.

    Um beijo e tchau!

    E aí, como vão vocês? Por aqui tudo certo, o clima andou esquentando, tem tido mais dias ensolarados e nada muito novo aconteceu. Como de costume, trouxe pra vocês os links da semana mais legais que encontrei nesse mundo de internet e quis não só compartilhar eles mas algumas mensagens que eles trazem. Seja ideias revolucionárias, novidades e curiosidades do que anda acontecendo, dicas de coisas necessárias para nós refletirmos. Preparados? Então vem conferir:

    1- 21 filmes da Netflix para quem adora desvendar a mente humana

    2- Projeto de lei pode acabar com uso de gorduras trans em alimentos no Brasil

    3- ‘Delivery Reverso’ busca alimentos para doação na sua casa e entrega a quem tem fome

    4- A cidade ideal das mulheres

    5- Será que a gente quer esquecer?

    Pra quem perdeu, o lindo do Ed Sheeran lançou o clipe da música “Galway Girl” e quem andou lançando clipe também foi o Paramore, com a música “Told You So“. E ah, galera de SP e RJ fãs de Bruno Mars e DNCE podem comemorar, eles confirmaram presença no Brasil em Novembro!

    Gostou dos links? Me conta nos comentários qual você achou mais interessante.

    Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

    Get Out foi o primeiro filme que eu assisti no cinema aqui na Holanda.

    O verdadeiro American Horror story, é como estão chamando.  Do diretor Jordan Peele, que não é muito conhecido e geralmente trabalha com comédias, que decidiu apostar tudo em um filme de baixo custo que faz uma crítica ao racismo nos Estados Unidos. Foi gravado em apenas 28 dias, e a resposta a este filme vem sendo muito boa. Eu nem sei por onde começar, mas vamos lá.

    Esse filme é diferente dos outros porque o protagonista não é idiota. Ele realmente não é aquele personagem que está correndo fugindo do assassino e tropeça em algo, cai, é pego e morre. Não. O filme começa devagar e vai se desenvolvendo, te deixando com muitas dúvidas, a única coisa que a gente sabe é que tem algo muito errado. E nos últimos minutos TUDO acontece.

    Cheio de referências e críticas como: homens negros morrendo primeiro nos filmes de terror e o pouco caso da polícia. O filme tem algumas partes que puxam para a comédia, no meu lado as pessoas estavam rindo muito, mas eu achei um pouco forçado. Nada que estrague o filme.  A fotografia também é muito boa, com takes exatos daqueles que você sabe que não foi em vão. O twist no meio do filme é genial.

    Algumas pessoas estão indo aos cinemas para ver um filme de terror, mas esse filme NÃO é de terror, é uma crítica. Eu achei que poderiam ter trabalhado melhor no final do filme, para que ficasse mais compatível com o começo e o meio, mas mesmo assim o resultado final foi ótimo.

    Abaixo eu trouxe o trailer pra vocês darem uma olhada, o filme estreia no Brasil no dia 18 de Maio.

    Assistam e me contem a opinião de vocês!
    Beijos!

    E aí pessoal, como anda a semana de vocês? Por aqui as temperaturas abaixaram, o que faz parecer que realmente estamos no Outono/Inverno. Encontrei alguns links bem legais, com novidades, inspirações e temas para pensarmos a respeito. Ultimamente andamos batendo bastante na tecla do amor próprio e da aceitação, o que me faz pensar que cada vez mais estamos mais perto do que sempre sonhamos em estar: nos amando. Bora conferir:

    1- O amor próprio e a nossa luta de cada dia

    2- Sobre criar expectativas profissionalmente!

    3- Parou pra pensar que todos nós somos o Ted Mosby?

    4- Comerciais simples mas certeiros mostram alguns dos vários problemas da sociedade

    5- Sobre amor próprio, aceitação e autoconhecimento

    BÔNUS: A banda Paramore lançou o clipe da música “Hard Times” que é praticamente uma nostalgia porque né, saudades! <3 E outra novidade, é o lançamento do Frappuccino de Unicórnio do Starbucks que anda bombando nas redes sociais.

    Curtiu os links? Me conta nos comentários qual foi seu favorito que eu vou adorar saber.

    Mais um “favoritos” por aqui onde eu trago o que eu assisti, curti, ouvi no mês que se passou. Aqui ainda é Março, por mais que a gente esteja no meio de Abril. SORRY GUYS, mas a vida anda corrida e eu tinha me esquecido completamente deste post. De qualquer formar, todas as dicas de filme, música, série e canal do youtube que eu vou dar pra vocês hoje, ainda da pra assistir e ouvir por aí. Ô SE DA! A lista ta boa demais, e eu preciso ser sincera e falar que não consegui terminar o Diário de Anne Frank ainda, então não tenho nenhum livro para indicar nesse mês, tá?

    Quão clichê? Me deixa. Eu fui até o cinema, empolgada, feliz, e sai mais feliz e empolgada ainda. O filme é lindo! A história é exatamente igual ao desenho, os takes, personagens, todos muito únicos e incríveis. Cada um tem o seu papel importante na história e tudo é muito interligado. Além de claro, as músicas que eu sei de cor, a fotografia, e todos os efeitos especiais de tirar o fôlego. Eu fui assistir com a Bru, pegamos uma sessão das 22:00 e ela dormiu. SIM CARA! Enquanto eu chorava na cena clássica da Bela dançando com a Fera, ela tirava um cochilo hahaha. Não sei se ainda está no cinema, mas se estiver: vá assistir =)

    A Bruna queria muito ver a MO no Lolla, e eu estava meio que “ok, vamos lá… not big deal“. Mas cara! Eu tô apaixonada nessa mulher. Que show, que presença de palco, que energia! Eu conhecia pouco do trabalho dela, mas depois do show tenho várias músicas preferidas e indico muito procurar ela no Spotify e escutar tudo! hahaha A que tá bem chiclete e nas paradas agora é Don’t Leave.

    Me surpreendi com essa série, que já tem 3 temporadas e foi lançada em 2013. Atrasada eu? Talvez. A série é australiana e dirigida pelo protagonista Josh. Ela conta a história de vida de um garoto de 20 anos que se descobre gay logo no primeiro cápitulo. Tem um humor bem irônico e é daquele tipo de seriado que ou você ama, ou odeia, sabe? Hahaha Indico dar uma chance à ela e assistir pelo menos os 3 primeiros episódios. Acredite em mim, você vai querer assistir o 4º, 5º…ah, tem na Netflix.

    Diferente dos outros posts de favoritos aqui no blog, hoje eu vou falar de um canal que o cara não é meu amigo, eu infelizmente não o conheço, mas ainda assim é muito foda. Se você tá no Youtube, gosta de Youtube e respira assistir pelo menos um vídeo todo dia, você conhece Casey Neistat. O cara é simplesmente o rei do daily vlog e depois de ter parado a segunda temporada de Daily há uns 8 meses, em Março ele voltou a vlogar, e vlogar bonito viu? Todos os dias tem um vídeo novo, muitas vezes super inspirador, e sempre um exemplo para nós, criadores de conteúdo. O cara mora em NYC, é super original no que faz e eu fico de boca aberta sempre que termino de assistir um episódio. Procura aí, te inscreve e assiste!

    Um beijo, amo vocês! = )

    Espero que tenham curtido as indicações de hoje!