Divertida Mente e Cada Um na Sua Casa – Por que tão triste?

Eu sou uma criança quando se trata de filmes, eu amo todas as animações que existem. E eu vejo, e eu choro, e vejo de novo, e choro de novo…E com Divertida Mente e Cada Um na Sua Casa não foi diferente at all. Eu tive que levar as crinças que eu cuido no cinema para assistir os dois, já tinha visto o trailer, mas não estava empolgada, apenas fui, pensando que seriam 1:30 hr que eu ficaria no celular enquanto elas assistiam. MAS NÃO.

Começando do princípio então. Eu assisti Cada Um na Sua Casa primeiro. Achei bem fofo que os personagens são umas melequinhas rosa/roxa. E me identifiquei muito com o Oh, que é o personagem principal. Não que eu não tenha amigos e ninguém quer ir nas minhas festas (se eu fizesse festas), mas, sei lá. Eu amei ele e quero ser amiga dele e ir nas festas dele. O filme todo tem trilha sonora da Rihanna, e a garotinha do filme é para ser ela também. Em “Cada Um Na Sua Casa”, quando a Terra é invadida pelos ”Boov”, uma raça alienígena em busca de um novo lar, todos os humanos são deslocados, enquanto os Boov se ocupam de organizar o planeta. Mas, a Tip (voz de Rihanna) consegue evitar de ser capturada e acidentalmente transforma-se em cúmplice de um Boov exilado chamado Oh (<3). Os dois fugitivos percebem que há muito mais em risco que um simples dano às relações intergaláticas e embarcam na aventura de suas vidas, procurando pela mãe de Tip que foi deslocada junto com os outros humanos.
E sim, eu chorei. Por que eles fazem esses filmes tão lindos e fofinhos? Olhei pro lado pensando que as minhas crianças iam estar chorando os olhos fora, mas elas não estavam. Só eu mesmo. Assistam, todo mundo. É muito amor.

home_movie-1920x1200

Divertida Mente tem meu coração. Acho que virou a minha animação preferida. Óbvio que eu chorei. Inclusive, eu devo estar muito emotiva, porque antes do filme começar a Pixar liberou um short film que se chama ”Lava Song” que é uma história cantada sobre um vulcano que vive sozinho no oceano e que vive a olhar os pássaros e outros animais com seus cmpanheiros, desejando ter alguém também. (eu acho que vocês deveriam por no youtube e assistir. Não tem o vídeo ainda, mas tem a música com legendas, então da para entender) Mas ele fica muito triste por não ter ninguém, Mas mal ele sabia que em baixo dele no oceano, tinha uma vulcana ouvindo ele cantar, e acreditando que a música dele foi feita para ela. Mas acontecem alguns desencontros e eles demoram para ficar juntos, e no ponto alto da tristeza do short film, lá estava eu, chorando. Mas ah, eu queria que eles ficassem juntos. (escute aqui)449485.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx
Voltando para o filme, que conta a história de Riley, que teve que se mudar do meio-oeste americano quando seu pai arruma um novo emprego em São Francisco. Como todos nós, Riley é guiada pelas emoções – Alegria, Medo, Raiva, Nojinho e Tristeza. As emoções vivem no centro de controle dentro da mente de Riley, onde a ajudam com conselhos em sua vida cotidiana. Conforme Riley e suas emoções se esforçam para se adaptar à nova vida em São Francisco, começa uma agitação no centro de controle. Embora Alegria, a principal e mais importante emoção de Riley, tente se manter positiva, as emoções entram em conflito sobre qual a melhor maneira de viver em uma nova cidade, casa e escola. E num acidente, Tristeza e Alegria são tiradas do centro de controle, e a menina fica apenas com os outros sentimentos. Aquela cena com o Elefantinho Rosa (não vou dar spoiler, mas quem já viu sabe), eu chorei demais :( Mas tá, eu choro até em Frozen, tchau. A Tristeza é a minha personagem preferida, até ursinho dela eu tenho, que dorme comigo, sim. Fico indignada que esse filme emociona mais os adultos do que as crianças haha

Disney•Pixar's "Inside Out" takes us to the most extraordinary location yet - inside the mind of Riley. Like all of us, Riley is guided by her emotions - Anger (voiced by Lewis Black), Disgust (voiced by Mindy Kaling), Joy (voiced by Amy Poehler), Fear (voiced by Bill Hader) and Sadness (voiced by Phyllis Smith). The emotions live in Headquarters, the control center inside Riley's mind, where they help advise her through everyday life. Directed by Pete Docter and produced by Jonas Rivera, "Inside Out" is in theaters June 19, 2015.

TRAILERS

Tá, vão lá assistir esses filmes, vocês precisam.
e não esqueçam que I LAVA YOUUUUUUUUU.

Comments

comments