Novo, De Novo

Peguei a última taça de champanhe que restava e fui até a varanda. Observei todos: meu ex namorado com a atual, meus amigos rindo, aquele grupo de casais tirando fotos bonitinhas…O relógio marcava 23:59. Se algum tipo de vida nova começasse, seria agora. O vento frio soprava em meus cabelos e o ar quente e úmido os emaranhava. Meu vestido branco me deixava mais pálida ainda, mas eu não me importava.

O sino badalou doze vezes e uma sequência de fogos começou. Congratulações, votos de ano novo e até mesmo de fidelidade também começaram.
Apesar de estar rodeada de pessoas, ainda não me sentia em casa. Ouvia uma voz chamar meu nome um pouco distante, mas não me preocupei em saber de onde vinha. Pela primeira vez em muito tempo, sentia que ali era realmente a chance para recomeçar ou até mesmo para fechar ciclos, terminar qualquer tipo de coisa que havia ficado inacabado.

foto

A vida nos dá oportunidades novas todos os dias, mas ainda insistimos em nega-las. Olhei a tela do celular e uma sequência de mensagens me esperava, mas o que eu procurava também estava ali: a data. 1 de Janeiro de 2013.

Fechei os olhos, tomei o ultimo gole da taça e mentalmente brindei à vida, ali, sozinha, com uma vontade louca de começar de novo, dizer verdades, elogiar e amar outra vez. Dessa vez, senti a vontade que nunca havia sentido antes. Vontade de ser feliz, independentemente das opções que me possibilitem isso. A vida é curta, curtíssima, e só é possível perceber a velocidade com que ela vem passando ao final de um ano.

Eu, que espero tanto por cada final de semana, mal posso esperar para que o fim dessa vida não chegue nunca. Mal posso esperar para que eu pare de pensar e comece a agir. Desejo à mim apenas coragem. Virei de costas, deixando os fogos atras de mim e observei a sala repleta de pessoas. Respirei fundo e encarei o que me esperava. Dessa vez, distribuindo sorriso e felicidade por onde passava.

Uma vez ouvi de um poeta que a vida pertence a quem se atreve. Quem é que sabe?! Que eu nunca mais perca tempo pensando, mas que use meu tempo vivendo, porque viver nunca é perda alguma.

Feliz Ano Novo!

Comments

comments