O Medo de Sentir Saudade

Quando o medo de sentir saudade te impede de dar a volta no mundo. O medo de altura te impede de uma vista incrível. O medo de se aproximar te impede de conhecer pessoas maravilhosas. O medo do novo te impede de viver.

O medo é poderoso. É um mal que fica escondidinho dentro da gente e que explode em todo o tipo de situação, as esperadas e inesperadas. Contar até dez, dar as mãos para seu melhor amigo, fechar os olhos ou até uma lasca de chocolate ao leite podem ajudar. Mas no final, tudo só vai depender de você.

Acredito, que antes do medo de aranhas ou lugares fechados, o pior deles é o medo da saudade. Te impede conhecer, de fugir do seu universo, ir para longe e viver experiências que nenhuma enciclopédia pode descrever. Ninguém vai fugir, mocinho! Pelo contrário, assim que você voltar de um dia suado de trabalho do outro lado da cidade ou de uma viagem de um ano, a mamãe e a vovó estarão ansiosas para te receber com um cafuné e um café. E a saudade aperta, sim, mas é uma saudade boa :)

Não digo que o medo seja ruim, mas quando existente em excesso ele se torna muito além de um peso. Quando bem sintonizado, ele arrepia, dá frio na barriga, frio na espinha e êxtase em conhecer o novo. Sensações maravilhosas e que nos oportunizam a felicidade plena. Vivemos ansiosos por isso. Pra qual lado será a próxima curva?

Comments

comments