Os Ares de Buenos Aires

O vento era forte e o ar que respirava era diferente do que estava acostumada. O cheirinho e os sabores também não eram os de sempre. A música que pairava no ar tinha uma batida diferente: forte, vívida e dramática. Era Buenos Aires, charmosa e cheia de vida.

Conquistou-me fácil, só de ver suas luzes ainda do avião já estava apaixonada pela cidade. A intensidade me lembravam o Brasil, as construções me lembravam a Europa e as luzes me lembravam a América do Norte. Uma misturinha que é capaz de qualquer um se deixar envolver.

As praças são grandes e arborizadas. Ao lado delas, em Palermo, estão lojinhas e cafés que acompanham o famoso (e delicioso) alfajor. Na esquina estão os teatros de tango, onde você pode ter um jantar pra lá de fabuloso com seus acompanhantes de viagem no alto da noite. As vielas do Caminito, pertinho do Estádio do Boca, são coloridas e tão alegres que você sai praticamente um argentino de berço de lá. E, sinceramente, a pizza de Porto Madero deve ser melhor do que as que existem na Itália!

Ok, admito que existiam pontos negativos, como o fato de não ser exatamente o lugar mais limpo do universo. Na verdade, estava precisando de umas boas vassouradas nas ruas mais rebuscadas. Além disso, a segurança não ser exemplo para lugar nenhum. Mas que lugar que já não está virado assim hoje em dia?

De verdade, é uma ótima dica para quem quiser começar a se aventurar por aí e a grana está curta :) Viver é agora!

Beijo,

Cris

Comments

comments