• Vídeo Novo

  • Há quase 3 anos atrás, antes da minha primeira viagem e intercâmbio, eu ganhei um diário de viagem da minha melhor amiga.

    Eu sempre soube que seria muito legal ter um diário só sobre viagens, onde eu poderia escrever tudo. Todos os acontecimentos, perrengues, roteiros, o que eu comi, onde eu fui, imprevistos e conclusões finais. Um lugar onde eu poderia colar coisas que eu achava durante as viagens como: tickets de avião ou trem, entrada para museus, folhas achadas pelo chão e até mesmo fotos.

    Eu acho que o meu diário se tornou meu melhor amigo, porque eu realmente gosto de tirar um tempo para escrever nele. Como se fosse uma conversa com um velho amigo. Eu não escrevo todo dia, escrevo depois das viagens ou de acontecimentos importantes, tristes, felizes ou marcantes que aconteceram, mesmo que em dias normais e que eu esteja em casa. Já perdi a conta de quantas vezes eu já voltei até a primeira página e fui lendo tudo de novo até chegar na última. Revivendo tudo que eu passei nessa jornada longe de casa.

    Eu sou muito nostálgica, amo reviver esses momentos. Ficar agradecida por tudo de bom que me aconteceu e poder ficar feliz por todas as coisas ruins que me fizeram crescer. Páginas borradas com lágrimas, amassadas por conta da mala, enfeitadas com figurinhas e colagens de revista, cada uma trazendo memórias de um tempo que se foi e que não volta mais. Ler o diário traz um filme na minha cabeça. O filme das minhas próprias aventuras.

    Consigo colocar até sentir a música, os cheiros, o vento na minha cara na praia da Califórnia, o frio das montanhas no Colorado, horas eternas dentro do carro nas road trips, as meninas correndo para me abraçar quando eu abria a porta de casa, os 45 minutos no carro até a casa da Michelle onde eu ia cantando bem alto, a vista do meu quarto em Connecticut… Todas as lembranças me abraçam e eu me sinto muito feliz. Tudo que eu fiz e tudo que eu vivi, registrados do meu próprio ponto de vista.

    Eu recomendo a todo mundo que vai viajar, ou fazer intercâmbio. Na verdade até mesmo no dia a dia, em casa. Escrever os melhores momentos de tudo. Um dia ficaremos velhos e nossa memória já não vai mais ser tão boa. Mas na nossa estante sempre teremos o nosso diário para nos lembrar de como fomos felizes e de como a vida é boa. Nesse post aqui, a Mi separou várias dicas e inspirações para você fazer o seu diário (Clique aqui).

    E você, já escreveu no seu diário hoje?

    Meu novo vício se chama Journal.

    No Brasil eu só conhecia o ”Destrua esse Diário’‘, mas nem sabia que era um Journal. Descobri eles na Target, na sessão de materiais escolares, tem uma parede enorme cheia de cadernos fofos e Journals mais fofos ainda.
    Eu tentei fazer o “Destrua esse Diário”, mas eu queria poder ter mais tempo para me dedicar, porque fazer de qualquer jeito não fica legal. Então eu desisti. Mas aqui descobri vários outros, que você não precisa gastar muito do seu tempo. As páginas já são decoradas e fofinhas, e você só precisa preencher o que te pedem. Trouxe aqui os meus 4 journals preferidos. O Q&A a day, MEMOrandom, The Secret of Me e o Listography: your life in lists.

    Antes de escrever sobre eles, eu preciso contar sobre um que eu vi na Target, mas eu esqueci o nome. Só que era muito legal e eu prometo que vou lá olhar o nome e editar o post aqui. Ele te dava uma missão por dia. Das mais idiotas as mais loucas e absurdas. A cada missão realizada, você escreve lá a data que foi realizada e como foi. Não precisa seguir uma ordem. Pode abrir o livro em qualquer página e fazer aquela missão. Eu lembro de algumas páginas que diziam para: Conhecer um amigo que fez pela internet, ajudar uma velhinha a atravessar a rua e abraçar um desconhecido. São coisas que raramente se faz, e por isso mesmo eu achei muito legal.

    o Q&A a day, é MUITO fofinho. A capa dele é cor de papelao, e nas folhas ele é dourado. É bem gordinho, mas não muito grande. Cada página tem uma pergunta, e 5 linhas diferentes para responder. Uma para cada ano. Ou seja, esse journal dura 5 anos para terminar. O objetivo é você reler depois dos 5 anos e ver como suas respostas mudaram e o quanto você mudou. As respostas são curtinhas, então não exige muito tempo para responder. Eu dei de presente pra minha amiga Mari, e ela adorou! E eu logo vou comprar um para mim. Ele custa 11 U$ no Amazon, e no Brasil é 71 R$ :(  E ele também tem a versão Kids.

    qa_01

    QA3

     

    MEMOrandon é o que eu tenho, e eu amo! Ele é bem simples também, as páginas são todas decoradas e a gente só precisa fazer as listas que pedem. Custa 10.39 U$.

    qa_01

    QA3

     

    Ler Mais