Você já sabe, né!? Passei 30 dias na Europa fazendo meu intercâmbio em Dublin e conhecendo vários países incríveis! Na Irlanda do Norte, Inglaterra e Holanda eu tive o prazer de me hospedar em um Airbnb!

O Airbnb começou em 2008 quando dois designers que tinham um espaço extra hospedaram três viajantes que estavam em busca de um lugar para ficar. Hoje, milhões de anfitriões e viajantes optam por criar uma conta Airbnb gratuita para poderem anunciar seu espaço, e/ou reservar acomodações exclusivas em qualquer lugar do mundo.

Esse parágrafo acima retirado do próprio site do Airbnb resume perfeitamente qual é a proposta deles! Diferente de hotéis, hostels e outros tipos de acomodação, no Airbnb você escolhe se irá alugar o quarto inteiro dentro da casa do anfitrião, quarto compartilhado com outros viajantes, ou se será a casa/apartamento todo. A primeira e segunda opção são incríveis quando você está viajando sozinha(0) ou com mais um amigo. Assim, você acaba conhecendo o anfitrião, compartilha da casa com ele, e às vezes até com outras pessoas que podem alugar os outros quartos daquele mesmo lugar.

Se você estiver viajando com a família, ou amigos, é bacana alugar a casa ou apartamento todo! Pensa: Toda a infraestrutura de uma casa completamente equipada para facilitar a vida de vocês enquanto estiverem turistando por aquela cidade. Cozinha, banheiro, toalhas disponíveis, wi-fi, segurança, e as vezes até garagem, são algumas das coisas que podem vir inclusas no valor da reserva.

Na Irlanda do Norte por exemplo, tivemos duas experiências totalmente diferentes. Na primeira casa (que na verdade era um apartamento), optamos por ficar com um quarto, e o anfitrião liberou a cozinha e banheiro sem problema algum. O diferencial estava em: tinha outra pessoa no outro quarto do apartamento! E esse outro hóspede era dos Estados Unidos e super simpático. Ou seja, nos hospedamos em um lugar bacana, economizamos na comida, já que podíamos usar a cozinha do apartamento, e ainda fizemos um amigo do Texas!

A outra experiência na Irlanda do Norte foi em uma mansão dos anos de 1910 na cidade de Ballymoney. A mansão era super antiga e com carinha de mal assombrada. Imagina, que nada! O casal de velhinhos que mora por lá é super simpático, solícito e amigável! Nós amamos nossa hospedagem, além de escutar várias histórias, jantar com a família e receber um café da manhã delicioso no dia seguinte!

AIRBNB EM BELFAST: Clique aqui pra ver
AIRBNB EM BALLYMONEY: Clique aqui pra ver 

Em Londres, a escolha por um Airbnb foi pelas ótimas experiências anteriores, em outros países, mas também pela diferença no preço. Quando você compara um hotel com quarto para duas pessoas, ou um Airbnb próximo a uma linha de metrô, o preço cai pela metade! Ficamos em uma casa típica Londrina, com mais outros três casais. A casa possui quatro quartos e o anfitrião aluga cada um deles no Airbnb. Foi uma experiência bacana já que a casa fica bem próxima a uma estação de metrô que nos possibilitava chegar no centro em 10 minutos. Pra você ter uma ideia, pagamos R$600,00 em cinco noites para duas pessoas em Londres! Demais, não é!?

E ai ai, o último lugar em que nos hospedamos durante a trip foi em Amsterdam, uma das minhas cidades preferidas no mundo! E olha, não poderia ser mais perfeito. Ficamos em um quarto dentro de uma casinha daquelas bem estreitas e que aparecem em todas as fotos do resultado do google quando você busca por “Amsterdam”, sabe!? Foi uma experiência incrível e fiz um tour completo por ela nesse vídeo abaixo:

O quarto é super bem localizado, tem uma vista incrível pro Rijskmuseum e fica a menos de 15 minutos andando de qualquer ponto principal da cidade. Ah, e os hosts são queridos demais! Já fiz amizade e tenho eles até no meu Facebook! haha

E você, já se hospedou alguma vez no Airbnb? Eu indico super! E tenho um descontinho pra você que quer criar a sua conta e fazer sua primeira viagem: clique aqui. 

Espero que tenha gostado da dica!

Um beijo, até a próxima!

 

Para você que nunca ouviu falar, Airbnb é um site que você pode alugar casas ou quartos de outras pessoas que muitas das vezes vem com um preço bem camarada.

Em junho eu fiz uma viagem para Curitiba, até contei para vocês aqui, e aluguei um studio para passar o final de semana. Um studio é como se fosse uma kitnet mais ajeitadinha. Era um apartamento pequeno, com cozinha e banheiro. Foi a primeira vez que usei o serviço e devo dizer que foi muito satisfatória. Quando decidimos ir para Curitiba, logo procuramos no site anúncios que nos interessasse porque seria uma oportunidade para utilizarmos.

Haviam várias opções para escolhermos, optamos por escolher um  lugar mais central que nos possibilitaria de ir para os lugares que queríamos a pé. E dito e feito! O lugar que escolhemos superou as nossas expectativas nesse quesito, fomos à todos os lugares a pé, e mesmo quando íamos de Uber dava bem barato porque era uma região bem central, bem próxima ao Shopping Estação e a Rodoviária!

O preço que achamos foi super em conta, pagamos o duas noite com as taxas de limpeza e serviço R$250 reais. Perto dos preços dos hotéis isso é bem menor, a maioria das vezes os hotéis cobram esse valor por apenas uma diária. No serviço do Airbnb normalmente não é incluso café da manhã mas quase sempre tem cozinha o que dá pra baratear algumas refeições!

O nosso anfitrião (quem aluga a casa) foi atencioso desde o momento que alugamos, até o final. Sempre pronto para tirar nossas dúvidas. Quando chegamos ao studio, ele nos mostrou detalhe por detalhe, do quarto e do condomínio.

O nosso Airbnb era esse. Indico para todos utilizar o serviço, além de ser mais barato, ser uma forma de economizar com alimentação, ter praticamente no mundo todo, você também tem a oportunidade de conhecer a arquitetura local! <3

Até semana que vem!

Quando pensamos em viajar milhares de coisas passam pela nossa mente: destinos, roupas, malas, transporte… E várias outras coisas. Porém, muitas vezes deixamos para o final a preocupação com a hospedagem. Isso já aconteceu com você? Fique tranquilo, hoje o Seven List veio aqui no Cabide Colorido para te ajudar com esse assunto.

Pesquisar por hotéis é uma das partes mais cansativas e difíceis de uma viagem. No entanto, é uma tarefa que com certeza deve ser realizada com atenção e cautela. Pensando nisso, para te auxiliar a fazer uma boa escolha e também facilitar suas pesquisas, nós listamos 7 dicas para escolher um bom hotel. Confira:

 

E aí o que achou das dicas? Pronto para pesquisar um bom hotel para sua próxima viagem? Conta tudo aí pra gente deixando seu comentário aqui em baixo!

E por falar em viagem, que tal você conferir algumas dicas bacanas para poder juntar dinheiro e finalmente poder conhecer aquele destino tão sonhado? Confira: 7 formar de economizar dinheiro para viajar.

Lembrando: estamos aqui no Cabide Colorido todas as terças-feiras, trazendo infográficos super legais com conteúdos bem bacanas para você. E se você quer ficar por dentro de todas as novidades que rolam por aqui, não se esqueça de seguir o  Cabide Colorido nas redes sociais e claro, aproveite também para conhecer mais sobre o Seven List. Até terça que vem!