Eu soube há poucas semanas que minha avó por parte de Pai nasceu na Bélgica. Incrível né? Mais incrível ainda foi o fato de eu já ter colocado esse país na lista de lugares para visitar durante a Eurotrip, antes mesmo de saber disso. E olha, a Bélgica não me decepcionou.

Visitei Bruges, uma das cidades medievais mais antigas do mundo, e me apaixonei. É uma cidade pequena, ainda pouco turistada, mas só de andar pelas ruas você já se sente dentro de um museu antigo. E foi lá que eu me hospedei no hostel mais lindinho que eu conheço até o momento, o St Christopher’s Inn Bauhaus! 

Como já comentei neste post aqui, o St Christopher’s Inn é uma rede que reúne vários hostels descolados, joviais, de qualidade e preço justo, pela Europa. Em Bruges, o hostel do St Christopher’s Inn é no Bauhaus, no coração da histórica cidade antiga, cercada por arquitetura medieval de estilo neogótico e à poucos minutos a pé da Praça Central, da Torre do Campanário, dos canais de tirar o fôlego e da Praça Burg. Eu fiz tudo andando, e não levou nem 15 minutos, a cidade é pequena, e o hostel bem localizado.

Como hóspede do hostel, você receberá bebidas especiais durante todo o dia no bar Bauhaus – um tradicional Bar de cerveja belga mergulhado em história e antiguidades que fica no térreo do hostel. O bar Bauhaus tem mais de 50 tipos de cerveja oferecidos a qualquer momento. Não se esqueça de perguntar sobre os tours noturnos de degustação de cerveja, e tours gratuitos pela cidade. O bar do hostel é um ótimo lugar para conhecer viajantes e habitantes locais todas as noites da semana.

Além disso, fazendo sua reserva através do aplicativo do St Christophers’Inn, você poderá desfrutar de vários benefícios, como café da manhã gratuito, locker, wifi e outras promoções no restaurante.

A diária no St Christopher’s Inn Bauhaus começa a partir de 16 euros, nada mal para uma cidade pequena e super cara. O café da manhã é uma mão na roda, porque nos restaurantes os pratos não costumam ser mais baratos do que 20 euros. Fica a dica!

The Bruges Experience from St Christopher’s Inns on Vimeo.

Espero que tenham gostado da dica de hoje, eu adorei o hostel e não vejo a  hora de voltar.

Nest post aqui eu contei um pouco sobre como funciona o St Christopher’s Inn, uma rede de hostels incríveis pela Europa. E hoje quero falar pra vocês como foi minha experiência no hostel deles em Edimburgo, na Escócia.

Começando pela cidade, que é maravilhosa e simmmm, você que está planejando viajar para a Europa, precisa visitar. Tem vlog mostrando tudo que eu mais amei fazer naquela cidade, lá no canal do Youtube. LINK AQUI. 

O hostel St Christopher’s Edinburgh está localizado no centro da capital escocesa, ao lado da estação Waverley (que é a principal), pertinho da Princess Street (que conta com muitas lojas grandes, pubs e restaurantes) e a poucos minutos a pé da Royal Mile e do Castelo de Edimburgo.

É o lugar perfeito para você que tem pouco tempo na cidade e quer fazer tudo a pé. Além disso, é oferecido um café da manhã delicinha todas as manhãs (das 07:00 as 10:00), Wi-Fi gratuito e um monte de extras gratuitos que você recebe quando faz sua reserva através do app deles.

No térreo, ao lado da recepção, você encontrará o bar e o restaurante de Belushi’s onde você, hóspede, receberá 25% de desconto em todos os pratos no menu. O Belushi’s é o lugar perfeito para conhecer pessoas do mundo todo. Viajantes que estão na mesma situação que você, ou então até os atendentes, que em grande maioria são viajantes e estão ali por pouco tempo. O bar conta com música ao vivo (no dia que fui lá, tocou até Britney acústico), noites de karaokê, dj’s, cervejas deliciosas e drinks.

Eu e a Bruna ficamos em um quarto só nosso, com cama de casal e banheiro particular, e foi maravilhoso. Pagamos 25 euros por diária (para as duas pessoas), e achei bastante justo. Economizamos no café da manhã (que é gratuito) e o wi-fi funcionou super bem. Além disso, hóspedes tem desconto em drinks e cervejas! As diárias começam em 9.80 euros por dia. Nada mal, não é?

Se quiser saber mais sobre o St Christopher’s Inn Edinburgh, clique aqui.

Espero que tenha gostado, qualquer dúvida deixe nos comentários abaixo!

Até a próxima!

Bom, você deve saber né!? Eu fui para o Peru (e o roteiro completo está nesse post aqui), e escolhi dois Hostels para me acomodar durante uma semana. “Por que dois, Michelle?” Porque para facilitar a ida para Machu Picchu, dormimos uma noite em Machu Picchu Pueblo (também conhecida como Águas Calientes). Essa cidade fica no pé da montanha e é nela que você desembarca do trem, e pode comprar e pegar o ônibus para o passeio nas montanhas de Machu Picchu!

Então, já que eu curti muito esses dois hostels quando visitei Cusco no Peru e Águas Calientes – Machu Picchu, vim compartilhar essa dica com vocês. Os dois hostels eu reservei através do site Booking.com!

EM CUSCO – Pirwa Hostel Colonial

O Hostel fica bem no centro da cidade, em frente a praça San Francisco e é um ótimo custo-benefício. Não está em perfeito estado de preservação, da pra ver que os móveis e decorações são bastante antigas, mas atende a demanda, sabe? Passei quatro noites lá, duas delas em um quarto de casal com uma cômoda e poltrona (banheiro compartilhado), outra noite com um quarto de casal com banheiro privado e a última em um quarto compartilhado misto com 4 beliches (oito camas).  Os valores das diárias vão de 10 dólares para quartos compartilhados, até 40 dólares para quartos de casal e banheiro privativo. Achei bacana pela localização,  atendimento e tem café da manhã todos os dias, que é basicamente pão, manteiga, geleia, banana e café!

O hostel Pirwa em Cusco possui um bar, sala de jogos e computadores com wifi pra galera. Além de um café anexado para todo mundo que passa pela praça. Falando nela, essa foto abaixo mostra exatamente a visão que eu tinha da sacada da sala de jogos do Hostel. Incrível, né!?

Endereço: Plaza San Francisco 360, Cusco, Peru

Se você quiser ver mais desse hostel, fiz um tour por ele neste vídeo aqui:

EM ÁGUAS CALIENTES – Casa Machu Picchu

Depois de fazer um tour gigante pelo Valle Sagrado dos Incas, pegamos um trem em Ollantaytambo para a cidade de Águas Calientes. Chegamos lá pelas 20:00 e precisávamos dormir cedo porque as 03:00 da manhã nós teríamos que acordar para ir para a fila do ônibus de Machu Picchu.

Então o que eu posso dizer desse hostel? Ele atendeu às nossas necessidades nos quesitos: Preço (25 dólares a noite para duas pessoas em um quarto com um beliche) e localização (porque ficava exatamente na frente da linha do trem e 3 minutos andando do ponto de ônibus). O café da manhã estava incluso, mas ele começa a ser servido somente às 4:30 da manhã. Já que nós precisávamos sair mais cedo, não deu pra provar. Mas peguei uma foto da internet para mostrar que é bem justo: café, pão, geleias e chás!

A cidadezinha de Águas Calientes é muito fofa. Passamos a tarde lá, depois de visitar Machu Picchu e tivemos uma experiência incrível com os locais.

Endereço: Imperio de los Incas 636, Aguas Calientes, Peru

Espero que tenham curtido esse post e as dicas de lugares para se hospedar em cusco!

Um beijo, até a próxima.