• Vídeo Novo

  • Eu sou a louca da pesquisa, e sou apaixonada pela Guarda do Embaú! Se você nunca ouviu falar na Guarda, clica aqui. Mas se você já ouviu falar, provavelmente já ouviu a palavra paraíso como adjetivo para descrevê-la.

    Eu tenho como objetivo anual ir pelo menos uma vez por ano para lá e eu ainda não tinha ido esse ano, então eu estava com abstinência. Juntei os amigos, e falei “VAMO?” e eles “VAMO!” então comecei a procurar onde poderíamos ficar. Como estamos em um mês que o clima é bem incerto, e também íamos ficar apenas dois dias, tentamos fugir dos campings e fui em busca de hostel ou airbnb.

    E foi aí que eu encontrei o paraíso no paraíso. 

    Um hostel chamado Hostel Surf Paradise me chamou a atenção desde o inicio pelas fotos. Aí perguntei valores, disponibilidade e desde o início fui muito bem atendida. Eu faço muitas perguntas, e eles me responderam todas elas com toda a paciência da vida! Reservei com quase 1 mês de antecedência, porque além de louca, também sou ansiosa.

    Chegando no grande dia, fiz a minha mochila, fizemos compras de algumas comidas no mercado e partimos bem cedinho em direção a Guarda. Da minha cidade demoramos em torno de 3 horas para lá. Antes de fazer check-in no hostel, passamos em uma padaria que sempre vamos chamada Empada Madre e tomamos um café, indico o bauru deles, é com ovo e muito bom!

    Como uma boa taurina, eu precisava encher a barriguinha antes de começar o dia, então após o café fomos para o hostel! Chegamos e já fomos recebidos com muito amor. Que lugar mais lindo! Devo dizer que a primeira impressão que tive foi “eu quero morar aqui“. Tudo muito organizado, limpo e colorido. Cada quarto leva o nome de uma reserva do surf!

    Esse era o nosso quarto. <3

    O hostel tem desde quartos duplos, até quarto para quatro pessoas, como fomos em 7 pessoas, fomos divididos em 2 quartos de 4 camas. Infelizmente esqueci de bater foto dos quartos antes da gente dominar tudo com mochilas, e utensílios mas os quartos eram uma graça! E algo que me chamou atenção foi a quantidade de plantinhas que eles cultivam! Sério, é muito amor.

    Olha a quantidade de plantinhas, muito amor né?

    Eles oferecem roupa de cama, se o clima tiver friozinho é legal você levar de casa uma coberta. Os banheiros são super bonitinhos, e a cozinha tem todos os utensílios necessários para fazer um rango bom, você só precisa levar a comida (como de costume). Lá eles tem diversas mesinhas, cadeiras e REDES (sim, você leu certo). Eles também oferecem alguns jogos para você se divertir. A gente levou uno e poker, e a diversão foi garantida. Mas lá tinha cartas e alguns jogos de tabuleiro. Nós levamos nossas comidas, mas eles também oferecem algumas opções de café da manhã no preço bem camarada.

    Redes, banquinhos, natureza, aconchego.

    Mas meu maior parabéns, acima de tudo, foi para o atendimento, desde o começo nos deram atenção e se mostraram preocupados com o nosso bem estar. Indico muito esse cantinho! Com certeza vou voltar, não só uma, mas muitas vezes.

    Um beijo, e até semana que vem.

    Bom, você deve saber né!? Eu fui para o Peru (e o roteiro completo está nesse post aqui), e escolhi dois Hostels para me acomodar durante uma semana. “Por que dois, Michelle?” Porque para facilitar a ida para Machu Picchu, dormimos uma noite em Machu Picchu Pueblo (também conhecida como Águas Calientes). Essa cidade fica no pé da montanha e é nela que você desembarca do trem, e pode comprar e pegar o ônibus para o passeio nas montanhas de Machu Picchu!

    Então, já que eu curti muito esses dois hostels quando visitei Cusco no Peru e Águas Calientes – Machu Picchu, vim compartilhar essa dica com vocês. Os dois hostels eu reservei através do site Booking.com!

    EM CUSCO – Pirwa Hostel Colonial

    O Hostel fica bem no centro da cidade, em frente a praça San Francisco e é um ótimo custo-benefício. Não está em perfeito estado de preservação, da pra ver que os móveis e decorações são bastante antigas, mas atende a demanda, sabe? Passei quatro noites lá, duas delas em um quarto de casal com uma cômoda e poltrona (banheiro compartilhado), outra noite com um quarto de casal com banheiro privado e a última em um quarto compartilhado misto com 4 beliches (oito camas).  Os valores das diárias vão de 10 dólares para quartos compartilhados, até 40 dólares para quartos de casal e banheiro privativo. Achei bacana pela localização,  atendimento e tem café da manhã todos os dias, que é basicamente pão, manteiga, geleia, banana e café!

    O hostel Pirwa em Cusco possui um bar, sala de jogos e computadores com wifi pra galera. Além de um café anexado para todo mundo que passa pela praça. Falando nela, essa foto abaixo mostra exatamente a visão que eu tinha da sacada da sala de jogos do Hostel. Incrível, né!?

    Endereço: Plaza San Francisco 360, Cusco, Peru

    Se você quiser ver mais desse hostel, fiz um tour por ele neste vídeo aqui:

    EM ÁGUAS CALIENTES – Casa Machu Picchu

    Depois de fazer um tour gigante pelo Valle Sagrado dos Incas, pegamos um trem em Ollantaytambo para a cidade de Águas Calientes. Chegamos lá pelas 20:00 e precisávamos dormir cedo porque as 03:00 da manhã nós teríamos que acordar para ir para a fila do ônibus de Machu Picchu.

    Então o que eu posso dizer desse hostel? Ele atendeu às nossas necessidades nos quesitos: Preço (25 dólares a noite para duas pessoas em um quarto com um beliche) e localização (porque ficava exatamente na frente da linha do trem e 3 minutos andando do ponto de ônibus). O café da manhã estava incluso, mas ele começa a ser servido somente às 4:30 da manhã. Já que nós precisávamos sair mais cedo, não deu pra provar. Mas peguei uma foto da internet para mostrar que é bem justo: café, pão, geleias e chás!

    A cidadezinha de Águas Calientes é muito fofa. Passamos a tarde lá, depois de visitar Machu Picchu e tivemos uma experiência incrível com os locais.

    Endereço: Imperio de los Incas 636, Aguas Calientes, Peru

    Espero que tenham curtido esse post e as dicas de lugares para se hospedar em cusco!

    Um beijo, até a próxima.

    Eu vivo compartilhando dicas super legais sobre viagens lá no canal do Youtube, e sempre trago as informações e links mais importantes que eu comentei por lá, aqui pro blog. Dessa forma fica muito mais fácil, você pode salvar esse post aí nos seus favoritos e consultar sempre que quiser! <3

    Quem aí já viu o post e vídeo sobre Como Organiza uma Viagem Internacional?” Se você não viu, eu indico dar uma olhadinha e depois voltar nesse post aqui, combinado? Clica aqui pra ver o post.

    Hoje eu vou compartilhar com vocês todos os sites, dicas e segredos que eu uso para fazer os roteiros das minhas viagens! Vocês já viram, né!? O Blog tá cheio de roteiros, e eu realmente amo montar! Então vamos às dicas:

    Dicas-para-montar-um-roteiro-de-viagem-perfeitp

    1. Destino

      Como tudo na vida precisa ter um começo, um start, o roteiro também precisa. E parece bobo citar “destino” como o primeiro passo para fazer o roteiro, mas não é viu? Você precisa saber pra onde vai, pra daí sim começar a organizar as ideias e lugares que quer conhecer. Quem tem uma viagem marcada para somente um destino, como por exemplo NYC por 10 dias, já sabe a data de ida e volta. Agora imagina alguém que vai fazer um mochilão pela Europa, ou uma viagem conhecendo vários estados dos EUA? A coisa fica mais complicada, por isso você precisa decidir certinho quais serão os destinos e pular pro próximo passo!

    2. Pesquisa

      Pesquise, pesquise, pesquise muito! Eu adoro assistir vlogs no Youtube, séries na Netflix, filmes que tenham sido gravados no meu destino, e etc. A série de viagem que eu tô mais curtindo assistir ultimamente é Brasileiros Pelo Mundo, da uma olhada porque é muito legal !
      E os canais do Youtube que eu mais curto assistir são:

      Lu Ferreira
      Dani Noce
      Vitor Liberato

      Além disso, amo pesquisar no TripAdvisoro que fazer em tal lugar?” e ele lista certinho os lugares mais populares, que receberam mais elogios, e etc.

      DICA: Para te ajudar a organizar todas as ideias e lugares, crie uma lista e coloque nela todos os lugares que você viu nos filmes, séries, vlogs e posts, e aí na hora de montar o roteiro você já tem uma listagem do que gostaria de visitar! 

    3. How Long?

      Isso aí, “quanto tempo” você vai ficar em cada lugar? No começo, quando você escolhe os destinos você ainda não tem muita ideia de tudo que irá visitar em cada cidade/país porque as vezes nem pesquisou direito sobre cada coisa, né? Depois de ter criado a listinha (como eu citei no item 2 desse post), você pode ver quantos dias irá ficar em cada lugar conforme a quantidade de coisas, lugares e atrações que quer ver e ir. Fácil, fácil!

    4. Hospedagem

      Essa é uma parte bem importante do roteiro. As pessoas costumam se basear muito no que vão fazer na cidade, conforme o lugar em que elas estão hospedadas. Como eu disse no vídeo lá do canal, não adianta optar por um hotel super barato se ele fica a quase 1 hora do centro e dos pontos turísticos. Você só irá gastar tempo, e dinheiro de transporte. Mais vale você escolher um hostel/hotel um pouquinho mais caro, mas que seja perto de tudo que você quer ver, principalmente se o seu tempo naquela cidade/país for curto. Eu sempre uso o site Booking.com para pesquisar Hotéis e Hostels. Você pesquisa o lugar, quantos hóspedes, e por quanto tempo você ficará por lá. E magicamente, ele lista os hotéis mais baratos ou os de melhor localização, tudo depende do que você quer. Tem todo tipo de filtro! Além disso, ele mostra no mapa a localização do Hotel, e você já consegue ter uma ideia se fica longe dos pontos que você quer visitar, ou não :)

      booking-pesquisar-hoteis

    5. Rotas – Deslocamentos Curtos, pfvr!

      É hora de montar o roteiro em sí, ver todas aqueles lugares que você quer visitar, tomar forma e ganhar um dia e horário para a visita. Essa é com certeza minha parte favorita! <3 Eu uso os sites GoogleMaps e MyMaps para criar os roteiros.

      No GoogleMaps eu coloco o primeiro ponto como sendo o eu hotel/hostel e aí vou encontrando qual é o lugar daquela lista que eu fiz, que fica mais próximo do hotel, e depois o segundo mais próximo, e aí o terceiro mais próximo que também é próximo do segundo ponto, e assim vai! É importante ficar atento ao horário de funcionamento de cada lugar, tá? Muitas vezes os museus não abrem na Segunda-Feira, então não tente colocar os museus no roteiro da segunda, e etc.

      No MyMaps você pode dividir seu roteiro por dias e saber certinho o que irá fazer em cada um dos dias da viagem. Além disso, da pra categorizar os pontos de interesse, por exemplo: Os vermelhos são museus, os azuis são atrações, os verdes são restaurantes, etc.

      my-maps-roteiro-amsterdam-dani-noce

      Este roteiro acima é um exemplo que eu peguei da Dani Noce. Veja aqui. 

      O outro app que eu adoro, e esse é pra celular, é o GoogleTrips! Que app sensacional <3 Você cria uma trip dentro dele, coloca o lugar de destino, quanto tempo ficará por lá, e ele cria roteiros prontos pra você, ou então, te mostra os lugares mais favoritados pela galera, os melhores restaurantes da região e muitas outras coisas legais! Fica a dica viu, baixa aí! CLIQUE AQUI PARA BAIXAR. 

      google-trips
      E quando você não sabe como ir de um lugar pra outro? Eu achava que ir de Londres pra Bruxelas seria apenas de avião, já que precisa atravessar uma parte do oceano, mas que nada! O site Rome2Rio me mostrou que tem muitas outras possibilidades, como carro, trem, ônibus… irado né? É só colocar na home do site o lugar onde você está e pra onde você quer ir, ele te mostra detalhadamente o preço, forma e horário de cada meio de transporte!

    6. Tabelinha no Excel

      Mas e aí, vai colocar os gastos e marcar cada parte do roteiro aonde? Na tabela que eu criei pra vocês! <3
      Sério, eu uso essa tabela a ela me ajuda muuuito na hora de separar cada parte da viagem. Quanto gastei com visto, passagem, acomodação, hotéis em outras cidades, transportes (desde avião até uma passagem de ônibus) e até o que eu levei, esqueci e deveria ter anotado pra levar na mala de viagem. Eu não vou falar muito da tabela, porque ela se explica sozinha, mas o link para baixá-la é este aqui.

    tabelas

    Como vocês podem ver na foto, eu marquei com um retângulo preto, as outras abas da tabela! Então tem muuita coisa pra preencher e ser feliz, tá? Depois me conta se ela te ajudou!

    Basicamente na primeira aba você coloca todos os gastos da viagem, na segunda organiza os roteiros conforme destinos, separa hoteis e voos em cada cidade/país, na terceira é um roteiro específico por dia, ou seja: o que você vai fazer em cada horário do seu dia, com observações e espaço para colocar quanto gastou naquele dia, etc.. e na última aba é onde fica a lista da mala de viagem. Coloquei algumas coisas que eu acho que todo mundo deveria levar, e também, o que não é permitido levar na mala de mão. Sou uma mãezona, né!? hahaha

    Acho que mereço um share desse post e um like no vídeo abaixo <3 Um beijo, amo vocês!

    Sabe, eu gosto da minha companhia.

    Eu sou daquele tipo de pessoa (que é um tipo ótimo, por sinal haha) que gosta de ir pro cinema sozinha, teatro, curtir uma caminhada sozinha, e por que não, viajar sozinha? Eu adoro!

    Várias meninas me mandam mensagens perguntando sobre a minha coragem de pegar um avião, trem, ônibus, e me arriscar sozinha em um novo lugar. Por esse motivo, que eu resolvi trazer um pouco do que eu acho que é viajar sozinha e por quê você deveria tentar, pelo menos uma vez:

    A primeira grande razão para viajar sozinha é o fato de você SE CONHECER! <3

    Você se permite a dar uma chance a você mesma, a se arriscar e a se conhecer, SIM. Pensa que você vai passar todas aquelas horas de voo, dias de viagem, perrengues, tudo sozinha. Quem estará lá por você? Você mesma! E isso é incrível, porque a cada dia, hora, minutinho que você passa em um lugar desconhecido, você não só conhece o lugar, mas também passa a se conhecer melhor. Você pergunta a si mesmo sobre seus gostos pessoais, coisas que no dia a dia a gente nem para pra pensar direito. Vivemos no automático e você deve estar aí comendo algo no café da manhã só porque é saudável, mas na verdade detesta o gosto, e nem sabia. É durante a viagem que você vai conhecer padarias novas e pensar que aquele seu café da manhã é mesmo muito chatinho comparado àquele novo sabor, e aí você vai dar risada, de você mesma.  Com o tempo, você aprender a se bastar e curtir a sua própria companhia, acredite!

    A segunda razão é você poder fazer o que quiser, na hora que você quiser!

    Dê adeus à roteiros pensados por outras pessoas, ou em compartilhar a cama, você tem a viagem inteira pra você! Quer acordar tarde? Ninguém vai te julgar. Quer ir a tal museu ? Vai, sem pressa e aproveita todos os cantinhos por lá.. Além disso, prepara o Facebook porque ele vai voltar cheio de amigos novos. Quando estamos sozinhas, e passeando por aí, qualquer 2 minutos de conversa com alguém no trem, vira amizade sincera. Tem que ver então, as amizades nos Pubs e Bares, é Best Friends Forever. Isso é com certeza uma das coisas mais legais de viajar sozinha!

    A terceira razão que é alcançada a partir da segunda é: FAZER MUITOS AMIGOS!

    Você estará sozinha, irá aos lugares públicos sozinha, talvez se hospedará em um Hostel, e são nesses lugares que as amizades afloram! O que eu acho lindo <3 As pessoas, em sua grande maioria, são do bem. A gente que tem o costume de desconfiar de tudo. Mas durante a viagem, você vai se sentir mais aberta a conhecer novas pessoas, a compartilhar experiências e a ouvir o próximo. Muitas vezes aquela pessoa está na mesma situação que você, viajando sozinha, e isso será suficiente para uma conversa que irá durar muitas horas.

    A quarta razão é Superar suas inseguranças e medos. 

    O que pode resumir isso tudo dito acima, é que viajando sozinha você prova a você mesma que você é capaz de fazer tudo aquilo que você um dia achou que não seria. É pegar o trem errado e achar o caminho de volta, é rir de coisas bobas que só você acha engraçado, é perceber que o mundo é muito grande e sua coragem é tão grande quanto ele.

    Seja feliz, faça as coisas por você mesma!

    Não espere o outro tomar a iniciativa para você ir atrás dos planos dele, planeje e trace seus próprios planos e corra atrás dos seus sonhos. Não desista!

    Um beijo, amo vocês!