• Vídeo Novo

  • Love is in the air pessoas! Pensei em selecionar os 5 filmes mais românticos de todos os tempos para você assistir com seu par, ou com seus gatos. Os filmes mais românticos geralmente são aqueles de se acabar de chorar, e esses são os que os homens menos gostam. Mas, é valentines day, tem que assistir e também tem que chorar. Só que meu, TODO mundo sabe que P.S. Eu te Amo, O Diário de Uma Paixão, Titanic, Ghost, Antes que termine o dia, Um amor para recordar […] são os clássicos do romantismo, e são de chorar e são maravilhosos DEMAIS. Pois bem, eu vou tentar passar para vocês alguns filmes novos, com diferentes formas de amor, só que saindo um pouco daquilo que todo mundo pensa, quando em pensa em filme romântico.

    1 – Ela
    Em um futuro próximo na cidade de Los Angeles, Theodore Twombly (Joaquin Phoenix) é um homem complexo e emotivo que trabalha escrevendo cartas pessoais e tocantes para outras pessoas. Com o coração partido após o final de um relacionamento, ele começa a ficar intrigado com um novo e avançado sistema operacional que promete ser uma entidade intuitiva e única. Ao iniciá-lo, ele tem o prazer de conhecer “Samantha”, uma voz feminina perspicaz, sensível e surpreendentemente engraçada. A medida em que as necessidades dela aumentam junto com as dele, a amizade dos dois se aprofunda em um eventual amor um pelo outro.
    Essa forma de amor é a forma virtual e (quase) impossível. Quantas pessoas se apaixonam por pessoas de outros estados e países, e quase nunca tem a oportunidade de vê-los ou toca-los. É um amor sofrido e dolorido, mas ainda assim é amor.

    b0152461_53a176fa874c7

    2 – Mesmo se Nada der Certo
    Gretta (Keira Knightley) e Dave (Adam Levine) são namorados de longa data e parceiros na composição de músicas. Quando ele consegue um contrato com uma grande gravadora em Nova York acaba deixando tudo para trás, inclusive Greta. Mas a vida da jovem tem uma nova virada quando ela conhece Dan (Mark Ruffalo), um produtor musical falido que a vê cantando em um bar e se encanta com seu talento.
    Forma de amor que não da certo no final. Nem sempre tudo são rosas e as vezes o seu parceiro pode decepcionar você de formas que você nem imaginava. Mas o filme Mesmo se nada der certo, que se chama Begin Again (começar de novo) nos mostra como se mesmo que nada der certo, isso vai passar, e você sempre pode começar de novo.

    joyy

     

    3 – Moonrise Kingdom
    Anos 60, em uma pequena ilha localizada na costa da Nova Inglaterra. Sam (Jared Gilman) e Suzy (Kara Hayward) sentem-se deslocados em meio às pessoas com que convivem. Após se conhecerem em uma peça teatral na qual Suzy atuava, eles passam a trocar cartas regularmente. Um dia, resolvem deixar tudo para trás e fugir juntos. O que não esperavam era que os pais de Suzy (Bill Murray e Frances McDormand), o capitão Sharp (Bruce Willis) e o escoteiro-chefe Ward (Edward Norton) fizessem todo o possível para reencontrá-los.
    O amor mais inocente de todos. Que não se importa com nada, a não ser em ficarem juntos. 

    10841465_430415073775771_1042693616_n

    4 – Inquietos
    Restless tem como protagonistas Mia Wasikowska (Alice in Wonderland) e Henry Hopper (Kiss & Tell). Ambos partilham a mesma preocupação com a mortalidade, a partir do momento em que a jovem com 16 anos de idade descobre que tem uma doença terminal e se apaixona por um rapaz marginalizado que sofre com a morte da sua família – o que de alguma forma produz um fantasma de um piloto japonês kamikaze (Ryo Kase) da Segunda Guerra Mundial.
    Amor paciênte, compreensível e amigo. Fica do seu lado e segura a sua mão mesmo no seu estado terminal de vida. Na saúde, ou na doença. E até que a morte os separe.

    10841465_430415073775771_1042693616_n

    5 – Toda a Forma de Amor
    Oliver (Ewan McGregor) conhece a irreverente e imprevisível Anna (Melanie Laurent) apenas meses após seu pai Hal (Christopher Plummer) falecer. Esse novo amor inunda Oliver com memórias de seu pai, que – após 44 anos de casamento – saiu do armário aos 75 anos para viver uma vida plena, energizada, tumultuada e maravilhosamente gay. As consequências da honestidade nova de Hal, as vezes engraçada e comovente, trouxe pai e filho mais próximos do que nunca. Oliver agora se esforça para amar Anna com toda a bravura, humor, e esperança que seu pai lhe ensinou.

    10841465_430415073775771_1042693616_n

    A forma de amor que o nome já diz tudo. Todas as formas de amor é amor!

    Eu já assisti todos esses filmes, por isso posso dizer que são lindos e podem ser assistidos no Valentines Day. Claro que nem todos vão fazer vocês chorarem. Mas terminar o filme com um sorriso no rosto é ainda melhor.

    Muito amor pra todos vocês. 

    Eu nunca fui muito fã de musicais. Fora os filmes da Disney, eu costumava me irritar com muita cantoria. Acho que o filme que mudou minha mente foi Mamma Mia. Pelo fato das músicas serem da banda Abba, que eu cresci ouvindo, e eu sabia cantar, e acabei achando legal. E depois disso, as cantorias não me irritaram mais. Agora vejo como arte. Gosto das músicas e depois ainda jogo no yourube para ficar ouvindo.

    Mamma Mia!

    1999, na ilha grega de Kalokairi. Sophie (Amanda Seyfried) está prestes a se casar e, sem saber quem é seu pai, envia convites para Sam Carmichael (Pierce Brosnan), Harry Bright (Colin Firth) e Bill Anderson (Stellan Skarsgard). Eles vêm de diferentes partes do mundo, dispostos a reencontrar a mulher de suas vidas: Donna (Meryl Streep), mãe de Sophie. Ao chegarem Donna é surpreendida, tendo que inventar desculpas para não revelar quem é o pai de Sophie.
    Apenas com músicas do Abba, que se encaixam perfeitamente no contexdo do filme. Eu adorei, achei bem gostosinho de assistir, ainda mais para quem é fã do Abba, claro.

    O Som do Coração

    August Rush (Freddie Highmore) é resultado do encontro casual entre um guitarrista e uma violoncelista. Crescido em orfanato e dotado de um dom musical impressionante, ele se apresenta nas ruas de Nova York ao lado do divertido Wizard (Robin Williams). Contando apenas com seu talento musical, August decide usá-lo para tentar reencontrar seus pais.
    Deu vontade de assistir. Deu saudade do Robin Willians. Eu gosto muito desse filme, acho até que chorei no final.


    Ler Mais