• Vídeo Novo

  • Desde que me conheço por gente, e tenho a consciência que o meu sonho é viajar por esse mundão afora, venho pensado no meu primeiro intercâmbio. E nessas indas e vindas dos anos, já mudei o destino diversas vezes. E hoje vim compartilhar com vocês algumas dos pontos que pensei durante esses anos.

    IDIOMA

    Por mais óbvio que seja, você deve priorizar o idioma que você quer aprender. Tem pessoas que sonham em ir para diversos lugares, mas não para aprender a língua local. Então o primeiro fator é escolher que idioma você quer.

    CLIMA

    Bom, eu amo sol, verão e praia. Porém, não me importo de viver em climas frios e chuvosos. Eu moro em uma cidade que tem as 4 estações em um dia, então eu tenho um “aviso prévio” de como são os lugares assim. Claro, eu não sou uma pessoa que pode ir morar na Suíça, não sei como meu corpo funcionaria em um lugar que faz vários graus abaixo de zero. Mas você dar uma olhada no clima local é sempre importante, para você ter uma noção do que você irá enfrentar.

    PERMISSÃO DE TRABALHO

    Se você quer ficar mais que três meses já é interessante você procurar destinos que você possa trabalhar, porque caso você não tenha alguém para te sustentar, você terá que pagar as contas! Por mais que em alguns lugares você tem um valor obrigatório para levar, o dinheiro pode acabar e você precisa estar preparado para colocar a mão na massa!

    VIAJAR

    Eu sou da premissa que quantos mais lugares você conhecer, mais culturas você irá encontrar. Escolher um destino que te proporcione a conhecer mais países é legal levar em consideração também. Por exemplo, se você for para os EUA você conhecerá diversos estados, mas se você escolher algum destino da Europa você poderá conhecer diversos países.

    INVESTIMENTO

    No fim das contas, esse é o item que mais pesa. A ansiedade cresce, a vontade de viajar também. Existem lugares que tem preços muito mais caros do que outros. Mas, se o destino dos sonhos for o mais caro, vale a pena se programar e juntar  uma grana legal para atingir o seu objetivo. A gente consegue tudo o que batalhamos para conquistar!

    Alguns desses itens eu abdiquei porque a gente vai juntando o útil e o agradável, né? O importante é pesquisar. Sério, até não dar mais. Você encontra informações importantíssimas na internet, em canais do youtube, em sites específicos. Nunca se canse de pesquisar, porque qualquer conhecimento é importante para a decisão final.

    Até a próxima!

    Eu sou a louca da pesquisa, e sou apaixonada pela Guarda do Embaú! Se você nunca ouviu falar na Guarda, clica aqui. Mas se você já ouviu falar, provavelmente já ouviu a palavra paraíso como adjetivo para descrevê-la.

    Eu tenho como objetivo anual ir pelo menos uma vez por ano para lá e eu ainda não tinha ido esse ano, então eu estava com abstinência. Juntei os amigos, e falei “VAMO?” e eles “VAMO!” então comecei a procurar onde poderíamos ficar. Como estamos em um mês que o clima é bem incerto, e também íamos ficar apenas dois dias, tentamos fugir dos campings e fui em busca de hostel ou airbnb.

    E foi aí que eu encontrei o paraíso no paraíso. 

    Um hostel chamado Hostel Surf Paradise me chamou a atenção desde o inicio pelas fotos. Aí perguntei valores, disponibilidade e desde o início fui muito bem atendida. Eu faço muitas perguntas, e eles me responderam todas elas com toda a paciência da vida! Reservei com quase 1 mês de antecedência, porque além de louca, também sou ansiosa.

    Chegando no grande dia, fiz a minha mochila, fizemos compras de algumas comidas no mercado e partimos bem cedinho em direção a Guarda. Da minha cidade demoramos em torno de 3 horas para lá. Antes de fazer check-in no hostel, passamos em uma padaria que sempre vamos chamada Empada Madre e tomamos um café, indico o bauru deles, é com ovo e muito bom!

    Como uma boa taurina, eu precisava encher a barriguinha antes de começar o dia, então após o café fomos para o hostel! Chegamos e já fomos recebidos com muito amor. Que lugar mais lindo! Devo dizer que a primeira impressão que tive foi “eu quero morar aqui“. Tudo muito organizado, limpo e colorido. Cada quarto leva o nome de uma reserva do surf!

    Esse era o nosso quarto. <3

    O hostel tem desde quartos duplos, até quarto para quatro pessoas, como fomos em 7 pessoas, fomos divididos em 2 quartos de 4 camas. Infelizmente esqueci de bater foto dos quartos antes da gente dominar tudo com mochilas, e utensílios mas os quartos eram uma graça! E algo que me chamou atenção foi a quantidade de plantinhas que eles cultivam! Sério, é muito amor.

    Olha a quantidade de plantinhas, muito amor né?

    Eles oferecem roupa de cama, se o clima tiver friozinho é legal você levar de casa uma coberta. Os banheiros são super bonitinhos, e a cozinha tem todos os utensílios necessários para fazer um rango bom, você só precisa levar a comida (como de costume). Lá eles tem diversas mesinhas, cadeiras e REDES (sim, você leu certo). Eles também oferecem alguns jogos para você se divertir. A gente levou uno e poker, e a diversão foi garantida. Mas lá tinha cartas e alguns jogos de tabuleiro. Nós levamos nossas comidas, mas eles também oferecem algumas opções de café da manhã no preço bem camarada.

    Redes, banquinhos, natureza, aconchego.

    Mas meu maior parabéns, acima de tudo, foi para o atendimento, desde o começo nos deram atenção e se mostraram preocupados com o nosso bem estar. Indico muito esse cantinho! Com certeza vou voltar, não só uma, mas muitas vezes.

    Um beijo, e até semana que vem.

    O que? Fish and chips vegano? Siim, você leu certo o título.

    Já que estou me aventurando pela Europa e trazendo toda semana uma receita diferente e inspirada nos países que estou visitando, pensei: “Londres é muito peixe frito e batata, não tem nada mais Londrino que isso. E agora?

    Procurando no Youtube encontrei uma receita do canal Viewganas, adaptei pra deixar mais Fit e bora pra receita! Fica muuuiitooo gostoso:

    Ingredientes:

    3 batatas inglesas grandes
    250g de Cogumelo fresco (o shitake branco irá manter a cor de peixe, mas usei o Paris porque estava mais em conta e deu certo do mesmo jeito)!
    1 dente de Alho
    1 limão
    Açafrão em pó
    Tempero lemon pepper (encontra fácil em lojas de produtos naturais)
    300gr de Farinha de Rosca
    Azeite

    Modo de Preparo:

    Você pode começar preparando as batatas rústicas de forno, já que elas levam uns 50 minutos até ficarem prontas. Lave bem as batatas e corte-as em tiras finas, mantenha a casca. Tempere ainda crua com sal, açafrão em pó e regue azeite por cima, mexa bem até todas estiverem amarelinhas e com azeite. Despeje as batatas em uma assadeira e leve ao forno pré-aquecido a 180°graus por 50 minutos. É importante que você coloque elas separadas uma das outras, e mexa no meio do tempo para que elas dourem por completo.

    Para o “peixe” você precisará misturar o cogumelo, suco de um limão, o alho e o lemon pepper em um processador até obter uma pastinha. A massa é beeeem sensível então tem que ter muita paciência ao moldar ela e colocar na farinha de rosca para empanar. Depois de empanar seu “peixe” leve-o para uma frigideira com um fio de azeite quente e doure os dois lados!

    Olha, não é nem um pouco difícil, mas da um trabalhinho esse lance de moldar, empanar, fritar.. se você tem mais habilidades na cozinha do que eu, vai achar mole mole! Espero que tenham curtido a receita dessa semana.

    O “Especial Europa” continua! Qual receita e país aparecerá por aqui na próxima semana, hein?

    Um beijo!

    Se você não ficou sabendo ainda, toda semana está rolando um “Especial Europa” dentro do Cabide Fit lá no Youtube. Uma receita toda semana, e sempre inspirada em um país que estou visitando durante esses 30 dias na Europa.

    Essa semana iremos conhecer a Escócia e eu mal posso esperar!! Por isso trouxe uma sobremesa escocesa bastante tradicional pra você sentir o gostinho daquele lugar. Ah, e adaptei ela para ficar mais saudável e vegana! Vamos a receita:

    INGREDIENTES

    1 xícara de leite de coco de vidrinho (ou creme de leite de soja)
    2 colheres de açúcar (ou melado)
    1 xicara de morangos frescos
    1 pacote de Biscoito amanteigado vegano
    2 colheres de sopa de Whisky

    MODO DE PREPARO

    Misture o leite de coco com o açúcar e o Whisky em uma batedeira de mão até criar um creme. Você pode adicionar um pouco de amido de milho para que o creme fique mais firme, ou então, use o creme de leite. Agora é só montar! Em uma tigela ou potinho individual de sobremesa faça camadas de creme, morangos, biscoitos picados, creme, morangos e biscoitos picados, até cobrir todo o potinho. Leve à geladeira por 1 hora para o creme endurecer e sirva gelado! Nhammm..Fica suuuper delicioso! Quanto mais tempo no congelador, melhor.

    A Escócia tem uma culinária bastante carnívora e uns pratos pesados, como todo o leste Europeu. Acredito eu que seja pelo frio que faz por lá. Fiquei feliz de ter encontrado uma sobremesa tão delicinha em meio a tantas comidas bizarras hahaha e se você quer saber do que estou me referindo, joga no Google “culinária escocesa” que você irá entender.

    Espero que tenham curtido <3

    Um beijo, até a próxima!

    Oi Gente, tudo bem? Como eu já falei em alguns vídeos e nesses posts aqui, e aqui no dia 2 de Setembro eu embarco para um intercâmbio de 3 semanas em Dublin. Estou indo estudar inglês e minha aula será de segunda à sexta, na parte da manhã. A ideia é, durante os 15 dias de aula, aproveitar as 15 tardes e noites que terei em Dublin para conhecer a cidade e as cidades próximas. Sendo assim, me sobra os finais de semana entre as semanas de estudo, e 10 dias ao final do curso para viajar. Escolhi alguns países para visitar e vou contar tudo certinho pra vocês abaixo.

    Ah, tem um vídeo no canal contando certinho também e falando sobre os valores, assista:

    [VIDEO]

    Minha aula começa dia 4 de Setembro de 2017, e na sexta feira da mesma semana (dia 08 de setembro) eu e a Bruna iremos alugar um carro e conhecer a Irlanda do Norte. A ideia é sair logo após a aula, então pelas 13:00 estaremos já a caminho da capital, Belfast.

    IRLANDA DO NORTE – 8 à 10 de Setembro

    13:00 – Alugar um carro no Aeroporto de Dublin : EU$:160,00 (com gasolina)
    14:30 – Parada rápida na cidade de Drogheda (visitar alguns pontos free da cidade(
    17:30 – Check In no Airbnb escolhido – Beersbridge Rd, Belfast, Belfast, UK
    19:00 – Kurrito (restaurante com opções veganas e mexicanas em Belfast)
    21:00 – Pub para uma Pint, claro <3 Opções: Crown Liquor Saloon (pub do século 15) ou Duke of York Pub

    Na manhã seguinte, ou seja, sábado:
    09:00 – Café da Manhã típico Irlandês, na versão Vegana (The Honest Vegan Café – 8 libras)
    10:00 – Titanic Museum – 15 libras por pessoa
    11:00 – The Crumlin Road Gaol – Prisão aberta em 1846 e fechada em 1996. 6 libras
    12:00 – Almoço pelo centro de Belfast e visita aos monumentos da cidade.
    13:30 – George’s Market (produtos orgânicos, locais..)
    15:00 – Belfast Castle. Free!!
    17:00 – Rumo a Ballymoney, cidade que iremos dormir de sábado para domigo.
    18:00 – Airbnb em Ballymoney: 85 Charlotte Street Ballymoney, Northern Ireland BT53 6AZ
    19:00 – Jantar no Airbnb para não gastar, rs.

    No domingo:
    08:00 – Café da manhã no Airbnb (incluso no preço)
    09:00 – Dark hedges (rua de Game of Thrones)
    10:00 – Castelo Dunluce (3 libras)
    11:00 – Carrick-a-Rede (6 libras)
    12:00 – Ballintoy harbor (Free)
    13:00 – Giant’s Causeway (8,50 libras)
    14:00 – Dirigir até a cidade de Derry para almoçar
    15:30 – Workhouse Museum
    16:30 – St. Columb’s Cathedral
    17:00 – St. Eugene’s Cathedral
    18:00 – Dirigir de volta pra Dublin, deixar o carro na locadora e ir de trem até acomodação.
    Chegada prevista para 22:00.

    GASTOS:
    Aluguel Carro: Mais ou menos 160 euros incluindo gasolina
    Acomodação: Em Belfast 100 reais e em Ballymoney 70 reais (café da manhã incluso).
    Comida: 50 Libras
    Atrações: 50 libras

    EDIMBURGO / ESCÓCIA – 15 a 17 de Setembro

    No dia 15 de Setembro, sexta feira, irei até o aeroporto de Dublin pra pegar meu voo as 19:00. Comprei um ticket pela Ryanair, então tenho direito a levar apenas uma mochila nas costas, tudo bem já que serão apenas 2 noites.

    21:30 – Chegada no Hostel:  THE EDINBURGH HOSTEL
    22:30 – Encontrar algum pub <3

    Sábado pela manhã:
    07:30 – Café da Manhã no Hostel (incluso)
    08:30 –  Scott Monument (Free)
    09:30 – Palace of Holyroodhouse (12,50 libras)
    10:00 – Holyrood Abbey  (Free)
    11:00 – Calton Hill / The Nelson Monument (Free)
    12:00 – Almoçar no Juice Warrior ou The Baked Potato Shop
    13:00 – The Royal Mile (uma das principais ruas da cidade, lojas, restaurantes..)
    13:30 – Beco de Mary King
    14:00 – Catedral de Santo Egídio (Igreja linda e inspiração para a Câmara Secreta de HP)
    14:45 – The Elephant House (Café em que J.K Howling escreveu o primeiro livro de Harry Potter)
    15:50 – National Museum of Scotland
    17:00 – Victoria Street (rua para fotos) e Grassmarket.
    18:00 – Jantar, pubs, rolê pelo centro da cidade a noite <3

    Domingo:
    08:00 – Café no hostel
    09:30 – Edinburgh Castle (17 libras)
    10:30 – National War Museum (free)
    12:00 – Dean Village (lugar lindo para fotos, #ficadica)
    13:00 –  Almoço em algum lugar vegan <3
    14:00 – Stockbridge (free)
    15:30 – Royal Botanic Garden (6.50 libras)
    17:00 – Rolê pela cidade, ida até o aeroporto
    21:00 – Voo de volta para Dublin

    GASTOS:
    Voo: 103 euros (ida e volta)
    Acomodação: 20 Libras
    Comida: 70 Libras
    Atrações: 35 libras

    LONDRES – 22 à 25 de Setembro

    Dia 22 de Setembro é uma sexta-feira, e meu último dia de aula. Mas como só volto para o Brasil no dia 02 de Outubro, vou aproveitar os 10 últimos dias para visitar 3 países que eu adoro! <3 Começando pela Inglaterra e a clássica Londres. Nunca estive em Londres e não vejo a hora de “ticar” esse lugar da minha lista de lugares para conhecer!

    17:30 – Chegada em Londres. Trem até Airbnb!
    18:30 – Check In AIRBNB: 20 Fleming Road Londres, SE17 3QR Reino Unido
    19:30 – Andar pela redondeza e encontrar um lugar para jantar <3

    Sábado, dia 23 de Setembro:
    07:30 – tomar café no Veggie a Pret
    08:30 – Visitar Nothing Hill
    09:00 – Rua Denbigh Terrace (casas coloridas)
    11:00 – Portobello Market (brechós, antiguidade..)
    12:00 – The Grain Shop (almoço Vegano)
    14:00 – The Little Venice
    15:00 – Hyde Park
    18:00 – Redemption Bar (vegano e com drinks mara)

    Ainda não terminei esse roteiro, volte mais tarde para conferir ele completo! <3 FALTAM OS DIAS 24 E 25. Mas fique abaixo com a lista de lugares que quero adicionar ao roteiro desses dois dias:

    Globe Theater (2,50 libras)
    Tower of London e Rio Tâmisa (free)
    Borough Market (free)
    Imperial War Museum (free)
    London Film Museum (9,50 libras)
    Museum of London (free)
    Picadilly Circus (free)
    Observatório Real de Greenwich (10 euros)
    Big Ben (free)
    London Eye (30 libras)
    St James Park (free)
    South Bank (vista linda para fotos – free)
    Sherlock Holmes Museum (15 libras)
    Museu de História Natural de Londres (free)
    Hyde Park (free)
    Victoria & Albert Museum (free)
    Camden Town (bairro alternativo – free)
    King’s Cross Platform 9 and ¾ (free)

    GASTOS:
    Voo: 60 euros ( só ida)
    Acomodação: 300 reais no Airbnb
    Comida: 75 Libras
    Atrações: 27 libras

    BÉLGICA – 26 e 27 de Setembro

    No dia 25 de Setembro, sairei de Londres as 23:00 da noite rumo a Bruxelas na Bélgica. Escolhi ir de Ônibus já que o trajeto dura 8 horas e será noturno, assim economizo com hotel, tempo e uno o útil ao agradável.

    Chegarei em Bruxelas as 07:00 da manhã e vou aproveitar que estarei na estação de trem, e seguirei meu caminho até Bruges, uma das cidades medievais mais antigas do mundo todo, pequena, linda e romântica. Vamos ao roteiro em Bruges:

    8:00 – Trem para Bruges (30 euros)
    9:30 – Check In no Hostel: THE BRUGES HOSTEL 
    10:00 – Sint-Janshuis Mil (moinho lindo e free)
    11:00 – Église de Jérusalem (free)
    12:00 – Centro de Bruges + Almoço
    13:30 – Basilica of the Holy Blood (free)
    14:00 – St. Donatian’s Church (free)
    14:30 – Church of Our Lady (6 euros)
    14:45 – Bonifacius bridge (free e fofa para fotos)
    16:00 – St’John’s Hospital (8 euros)
    16:30 – Beguinage (free)
    17:30 – Minnewaterpark (free)
    19:00 – Jantar Vegano em algum restaurante!
    20:30 – Aproveitar a noite de Bruges para curtir a cidade, tomar uma cerveja e relaxar em algum barzinho.

    Optei dormir em Bruges e não Bruxelas, porque quero sentir a vibe romântica da cidade (já que estarei viajando com a minha namorada) e também, para sair do óbvio um pouco. Portanto no dia 27 de Setembro, iremos acordar em Bruges e seguir para Bruxelas onde passaremos o dia.

    08:00 – Trem para Bruxelas (pago junto com os 30 euros do dia anterior)
    09:30 – Catedral de São Miguel e Santa Gudula (free)
    10:30 – Manneken Pis (fonte do menino fazendo xixi e free)
    11:00 – Grand Place of Brussels (free)
    12:00 – Almoçar pelo centro de Bruxelas
    13:00 – Belgian Brewery Museums (5 euros)
    14:00 – Coudenberg (7 euros)
    15:00 – Kleine Zavel Square (free)
    16:00 – Halle Gate (4 euros)
    17:00 – Beber no centro até a hora do trem
    19:20 – Trem até Amsterdam (estação de trem do norte de Bruxelas)
    22:15 – Chegada em Amsterdam Sloterdijk

    GASTOS:
    Ônibus: 14 euros
    Acomodação: 10 Euros
    Comida: 50 Euros
    Atrações: 30 Euros

    AMSTERDAM – 28 de Setembro à 1º de Outubro

    Eu visitei Amsterdam em Abril de 2015, clima bom, 24 horas na cidade, e muuuitos lugares visitados! Eu assisto o vlog desse dia e fico pensando “como que eu consegui fazer tantas coisas?“, e agora terei quatro dias inteiros para curtir essa cidade que eu amei.  Confira aqui, o Guia de Viagem dessa cidade incrível.

    Saindo de Bruxelas no dia 27 a noite, chegarei pelas 23h na casa dos meus amigos em Amsterdam e esse dia será apenas para dormir mesmo, estarei bem cansada. Minha viagem por essa cidade começa mesmo no dia 28 de Setembro, quinta-feira.

    Eu ainda não fiz o roteiro de Amsterdam, mas você pode conferir o primeiro roteiro que eu fiz por lá, nesse link aqui

    VOLTE NESSE POST MAIS TARDE PARA CONFERIR O ROTEIRO COMPLETO! <3

    Lugares que quero adicionar no roteiro:

    Albert Cuyp Market (Mercado de Rua)
    Anne Frank House (19 euros, comprei 2 meses atrás pelo site)
    Rijksmuseum (museu que leva 2 horas para conhecer)
    Vondelpark (free)
    Casa de Rembrandt
    Dam Square (free)
    Heineken Experience (18 euros)
    Passeio de barco pelos canais
    Westerkerk
    Red Light District
    Begijnhof (Jardim incrível!)
    Museu EYE ( Museu de cinema, lindo)

    GASTOS:
    Ônibus: 12 euros
    Acomodação: Free (casa de amigos)
    Comida: 100 Euros
    Atrações: 30 Euros

    ***TODOS OS GASTOS DESTE POST SÃO PARA UMA PESSOA, COMO VOU COM A MINHA NAMORADA, VAMOS DOBRAR ESSE VALOR. NO VÍDEO DO POST EU DOU O VALOR TOTAL, MAS NA DESCRIÇÃO EU COLOCO O VALOR POR PESSOA, CASO VOCÊ ESTEJA VIAJANDO SOZINHA PODERÁ TER UMA IDEIA.***

    Espero que tenha gostado! Se tiver alguma dúvida, é só me falar ok?
    Fico a disposição sempre para responder vocês, e não esqueça que durante o mês de Setembro teremos vídeos de segunda a sexta no canal, mostrando cada lugarzinho que vou visitar durante essa viagem incrível.

    Até mais!